Ferrari acredita que ‘Mercedes rosa’ é ameaça. Racing Point, nem tanto

A Ferrari e a Racing Point vão brigar em 2020? Ao menos na pré-temporada, os italianos se acham mais ameaçados do que a 'Mercedes rosa' se coloca como ameaça

Será que a F1 vai, finalmente, ter uma briga mais próxima entre equipes do primeiro pelotão e do pelotão intermediário, a F1 B? Para Mattia Binotto, chefe da Ferrari, existe um risco real dos italianos serem superados, ao menos no início da temporada 2020, pela Racing Point, cada vez mais parecida com uma Mercedes rosa.
 
O dirigente do time italiano alfinetou a Racing Point por ter copiado o carro de 2019 da Mercedes e aproveitou para tentar colocar a Ferrari para cima, dizendo que a equipe vermelha tem potencial bem grande para abrir vantagem durante o campeonato.
 
"Certamente eles [Racing Point] estão muito perto. Não acho que seja uma surpresa olhando o carro que eles fizeram, mas, certamente, são uma ameaça. Mas confiamos no nosso potencial de desenvolvimento para que, no futuro, a gente não seja ameaçado", falou à emissora britânica Sky Sports.
A Racing Point vai buscar a Ferrari? (Foto: Racing Point)

Diretor-técnico da Racing Point, Andrew Green preferiu adotar o tom cauteloso. Após defender que o time está jogando com o regulamento e que não fez nada de errado no carro novo, Green explicou que não sabe ainda o tamanho do potencial da Racing Point, mas acha, sim, que está na briga, só não sabe com quem exatamente.

 
"Vamos ver, vamos ver [sobre brigar com a Ferrari]. Nós estamos apenas tentando ter o melhor possível com o nosso pacote. Acho que veremos nossa posição no pelotão ali nas primeiras corridas, mas é um carro bem promissor, sem dúvida, estamos na briga. Estaria mentindo se dissesse que não estamos felizes até aqui, estamos bem felizes, sim. O nível de performance que vimos até agora foi o esperado desde que tiramos o carro do túnel de vento e colocamos no simulador", comentou em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO.
 
Green deixou bem claro que ainda há muito a ser feito pela equipe para 2020, mas bateu na tecla de que não está surpreso com o ótimo desempenho nos testes de Barcelona.
 
"Os pilotos tinham guiado o carro semanas atrás e estavam muito empolgados, então, estavam preparados para o que viria. Ainda temos mais pela frente, nosso potencial não foi todo desenvolvido, mas estamos no caminho", completou.

Paddockast #50
GRANDES PROMESSAS QUE NÃO VINGARAM

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube