FIA notifica Red Bull e Ferrari por quebra de protocolo contra Covid

Sebastian Vettel, Helmut Marko e Christian Horner foram flagrados desrespeitando o protocolo contra Covid-19 na Áustria. Assim, Red Bull e Ferrari receberão carta da FIA relembrando o esquema de proteção contra disseminação do novo coronavírus

A Fórmula 1 pode ter voltado em um país com baixos índices de transmissão do coronavírus, mas dentro da ‘bolha’ do paddock, tem quem respeite o protocolo criado pela categoria tal como no Brasil: muito mal.

Por isso, a FIA vai notificar duas equipes que tiveram membros flagrados quebrando o protocolo de prevenção ao Covid-19 neste sábado (4), dia de treino de classificação para o GP da Áustria: Red Bull e Ferrari.

O flagra se deu em razão de uma foto que rodou as redes sociais durante o dia: a de uma conversa entre Christian Horner, chefe da Red Bull, Helmut Marko, consulto da equipe dona do autódromo, e Sebastian Vettel, piloto ferrarista.

Dentro do protocolo, há a especificação de ‘bolhas dentro da bolha’: ou seja, o pedido para que quem estiver dentro do paddock entre em contato apenas com quem é da mesma equipe. Vettel, no caso, não deveria ter ‘visitado’ o espaço da Red Bull.

Além disso, nenhum dos três utilizava máscara no momento. Vettel chegou a dar entrevistas sem o uso da proteção, também.

A FIA vai lembrar aos envolvidos a necessidade de “máximo respeito ao código de conduta contra o Covid-19”.

A corrida no Red Bull Ring está marcada para 10h10 de domingo. O GRANDE PRÊMIO acompanha em tempo real todas as atividades do GP da Áustria de Fórmula 1.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar