Russell se desculpa com Bottas via redes sociais por reação pós-acidente em Ímola

O piloto da Williams admitiu que acabou "extrapolando" e que estava com "as emoções à flor da pele" após perder mais uma chance de pontuar

Um dia após o caótico GP da Emília-Romanha, realizado no domingo (18), George Russell resolveu se desculpar pelo comportamento adotado após o acidente com Valtteri Bottas na 32ª volta da corrida, que retirou ambos pilotos da prova, e pelas declarações ácidas que deu após o fato.

Em sua conta oficial no Twitter, onde fez uma irritada postagem culpando o piloto da Mercedes, Russell aproveitou o espaço para se desculpar com o piloto finlandês, que, ainda na pista, ouviu diversas reclamações do jovem britânico e foi alvo de um tapa nada amigável. O piloto da Williams reconheceu que teve uma reação exagerada no momento.

“Ontem não foi um dia do qual me orgulho. Sabia que essa seria uma de nossas melhores oportunidades para pontuar nesta temporada, e estes pontos valiam demais para nós. Às vezes, você assume riscos. E não valeu a pena, então tenho de assumir responsabilidade por isso. Tendo tempo para refletir sobre o que aconteceu depois, sei que deveria ter lidado com a situação de uma forma melhor. As emoções ficam à flor da pele no calor do momento, e ontem acabei extrapolando. Peço desculpas ao Valtteri, à minha equipe e a todos que se sentiram mal por minhas ações. Esse não é quem sou e espero mais de mim mesmo, como outras pessoas esperam mais de mim. Aprendi duras lições neste final de semana e espero sair dessa experiência como um piloto e uma pessoa melhor. Agora é foco total em Portugal e nas chances em que terei de mostrar quem sou de verdade. Obrigado por todas as mensagens, positivas e negativas, elas me ajudaram a crescer”, afirmou o piloto.

George Russell e Valtteri Bottas se envolveram em um forte acidente durante a corrida em Ímola (Foto: Reprodução/TV)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A postura de Russell não repercutiu bem dentro do paddock. Toto Wolff, empresário do atleta e chefe de equipe da Mercedes, possível lar de Russell em 2022, criticou a atitude do jovem e disse que o deixa “mais perto da Copa Renault Clio do que Mercedes”. Outro protagonista da história, Bottas, em seu último pronunciamento sobre o assunto, culpou Russell pela colisão e afirmou ter respeitado o regulamento durante a manobra.

A próxima etapa da F1 acontece em 2 de maio. A categoria vai para Portimão, casa do GP de Portugal.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar