Russell lamenta sétimo lugar no GP dos Estados Unidos: “Poderíamos estar no pódio”

George Russell teve dois momentos distintos em Austin: desempenho ruim com os pneus duros e excelente ritmo com os compostos médios, mas se mostra animado para restante da temporada

George Russell teve um fim de semana esquecível no GP dos Estados Unidos. Neste domingo (22), o piloto da Mercedes cruzou a linha de chegada apenas na sétima posição, aumentando a sequência sem pódios. O desempenho do companheiro de equipe Lewis Hamilton e o bom ritmo na reta final da corrida deixaram o resultado mais amargo para o dono do carro #63.

Na entrevista pós-corrida, Russell lamentou o resultado, especialmente pela largada ruim. O piloto tinha partido da quinta posição e relatou outros problemas no W14.

Relacionadas


“A largada realmente me prejudicou. Acho que perdi três posições e então, não sei o motivo, quando colocamos o pneu duro, estávamos muito aquém do ritmo esperado. Além disso, tivemos alguns problemas com o consumo de combustível. Tive de gerenciar o motor e estávamos 1s mais lentos com o pneu duro, perdendo posições rapidamente”, disse o inglês.

As perspectivas do inglês mudaram com a proximidade do final da prova. Após a última troca de pneus, Russell teve um momento de otimismo com o desempenho da Mercedes, mas devido à grande distância que estava de Charles Leclerc, isso não se traduziu em ganhar mais uma posição.

O inglês espera que o avanço da Mercedes continue nas próximas provas (Foto: Mercedes)

“Colocamos o pneu médio no final e, de repente, tínhamos o carro mais rápido na pista. Encurtamos a diferença em 12s para Max [Verstappen]. É meio decepcionante saber que terminamos em sétimo, quando definitivamente sentimos que poderíamos estar no pódio hoje”, desabafou.

Russell também refletiu sobre sua trajetória em Austin e durante 2023. “Foi um fim de semana, e até uma temporada, realmente complicadas. Estou tentando superar isso enquanto ajudo a garantir a segunda posição para a equipe [no Mundial de Construtores]”, disse o #63.

Mas, apesar do ano desafiador, o piloto da Mercedes tem boas esperanças para as próximas corridas. “Sim, realmente acredito [que uma vitória está ao alcance da Mercedes]. Estou me sentindo animado e motivado para o México e o Brasil“, finalizou Russell.

Fórmula 1 retorna já no próximo fim de semana, com o GP da Cidade do México, no autódromo Hermanos Rodríguez, para a 19ª etapa da temporada 2023.

ATUALIZAÇÃO: Após o GP dos Estados Unidos, os carros de Charles Leclerc e Lewis Hamilton foram reprovados na inspeção técnica da FIA por irregularidades nas medidas da prancha do assoalho, sendo desclassificados por irregularidades. Com isso, Carlos Sainz herdou o pódio, enquanto a dupla da Williams, Alexander Albon e Logan Sargeant, entrou na zona de pontos. Russell foi promovido para quinto.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.