GP às 10: Como Honda dá cartada final para vencer com Red Bull na Fórmula 1

No GP às 10 desta quarta-feira, Fernando Silva analisa as últimas notícias sobre o último ano da Honda como fornecedora de motores na Fórmula 1 e o que a montadora japonesa vai poder entregar à Red Bull nesta campanha na temporada 2021

A Honda quer deixar a Fórmula 1 em grande estilo. E sonha alto: não apenas com vitórias aqui e ali, como foram nos dois últimos anos ao lado de Red Bull e AlphaTauri. A marca sediada em Sakura busca simplesmente desbancar a Mercedes e ajudar os taurinos a conquistar novamente o título mundial.

A missão é das mais espinhosas, já que a Mercedes, seja como equipe de fábrica, seja como fornecedora de motores, domina a Fórmula 1 desde o começo da nova era híbrida, em 2014. A Honda, liderada por Toyoharu Tanabe e Masashi Yamamoto, preparou a cartada final para deixar a categoria da melhor forma e vai antecipar para 2021 os motores que tinha a intenção de colocar na pista em 2022.

É muito difícil que os japoneses consigam tirar a Mercedes do topo, mas a ideia é pelo menos ameaçar o poderio dos alemães.

Seja como for, eis uma grandiosa história de volta por cima na Fórmula 1. Se a montadora estava completamente desacreditada e era motivo de chacota até poucos anos atrás, o casamento com a Red Bull resgatou não apenas a autoestima de uma marca vitoriosa, mas também trouxe a confiança que muito lhe faltou nos tempos em que se uniu à McLaren, entre 2015 e 2017.

Fernando Silva analisa o que a Honda pode entregar à Fórmula 1 no GP às 10 desta quarta-feira.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube