GP às 10: Renault/Alpine tira Abiteboul da F1 e pega chefe da Suzuki. O que esperar?

O que esperar da nova Alpine, com Fernando Alonso, Esteban Ocon e sendo chefiada pelo então homem-forte da Suzuki? Cyril Abiteboul vai fazer falta? Pedro Henrique Marum e Fernando Silva debatem tudo no GP às 10 desta quinta-feira (14)

Desde a chegada de Luca de Meo, italiano ex-CEO da Volkswagen, como novo comandante da Renault, em julho do ano passado, a gigante francesa vem passando por um constante período de reestruturação, que teve como um dos fatos principais, nos últimos dias, a saída de Cyril Abiteboul do posto de chefe da equipe de Fórmula 1. Em um dos seus braços mais famosos e reconhecidos mundialmente, a escuderia bicampeã da F1 assegurou a permanência na categoria e vem investindo pesado para voltar a ser protagonista em um futuro a médio prazo.

A perda de Daniel Ricciardo, que partiu para a McLaren, fez a Renault trazer de volta à Fórmula 1 Fernando Alonso, que se consagrou na principal categoria do automobilismo com a Renault. Meses depois, a montadora de Enstone anunciou que a Renault mudaria de nome para se chamar Alpine, a divisão esportiva da marca, estendendo sua participação também ao Mundial de Endurance.

Na nova Alpine F1 Team, Alonso formará dupla com o jovem Esteban Ocon. O duo, em tese, seria chefiado por Cyril Abiteboul. Mas nos primeiros dias de 2021, a cúpula da Renault anunciou a saída do engenheiro francês da sua função com efeito imediato.

A mudança no corpo diretivo da nova Alpine veio na esteira de uma verdadeira bomba. Davide Brivio, italiano que comandou a reestruturação da Yamaha e da Suzuki na MotoGP, levando as duas marcas ao título da classe-rainha do Mundial de Motovelocidade, foi apontado na imprensa europeia como futuro chefe de equipe da Alpine. Dias depois, Brivio anunciou sua saída da Suzuki, que venceu o título mundial com Joan Mir no imprevisível 2020.

Nesta quinta-feira, a Alpine anunciou a sua estrutura para a temporada 2021 da Fórmula 1 e também mostrou a prévia da pintura para os seus carros neste ano que a Renault chama de ‘Renaulution’, em alusão à palavra revolução. A tendência é que Brivio seja confirmado nos próximos dias.

O que esperar da nova Alpine, com Fernando Alonso, Esteban Ocon e sendo chefiada pelo então homem-forte da Suzuki? Como será a relação entre o bicampeão e o novo comandante? Cyril Abiteboul vai fazer falta? Pedro Henrique Marum e Fernando Silva debatem tudo no GP às 10 desta quinta-feira (14).

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube