Haas diz que Bearman “merece chance” na F1, mas desconversa sobre vaga em 2025

Embora o desempenho de Oliver Bearman tenha chamado atenção, Ayao Komatsu, chefe da Haas, disse que Nico Hülkenberg e Kevin Magnussen também cumpriram suas funções em Jedá. Por isso, ainda não é possível descartá-los em 2025

Oliver Bearman teve um desempenho muito convincente durante o GP da Arábia Saudita e Ayao Komatsu, chefe da Haas, acredita que o jovem merece uma chance na Fórmula 1 no futuro. No entanto, o dirigente japonês desconversou sobre uma eventual vaga em sua equipe, uma vez que Kevin Magnussen e Nico Hülkenberg fizeram um bom trabalho em Jedá e conseguiram somar um ponto para o time graças ao trabalho em equipe.

Bearman tem apenas 18 anos de idade, está em sua segunda temporada da Fórmula 2 e é uma das promessas da academia da Ferrari. O britânico assumiu a SF-24 no TL3 na sexta-feira depois de Carlos Sainz precisar passar por cirurgia por conta de uma apendicite. Com pouco tempo de pista, Oliver foi apenas 11º na classificação, mas fez boa corrida de recuperação para terminar a prova em sétimo. 

Relacionadas


Além da boa estreia na F1, Bearman já fez testes pela Haas nos TL1 dos GPs do México e de Abu Dhabi. O time americano tem uma parceria com a Ferrari e, por isso, existe uma expectativa de que Oliver siga um caminho similar ao de Mick Schumacher e faça sua estreia na categoria pelo time de Komatsu. 

Embora reconheça as habilidades do jovem britânico, Komatsu desconversou sobre uma eventual vaga em 2025 e reforçou que o foco segue em Magnussen e Hülkenberg.

Komatsu se impressionou com o desempenho de Bearman (Foto: LAT/Haas)

“Incrível. Este não é o circuito mais fácil de entrar no TL3. Então estou muito feliz por ele, foi impressionante. Ele merece uma chance no próximo ano, eu acho. Mas punição à parte, Kevin teve um desempenho fantástico hoje. Nico também cumpriu o esperado. Então, como posso sentar aqui e dizer: ‘Bearman é nosso piloto para o próximo ano’? Com base no desempenho de hoje, nossos pilotos serão Nico e Kevin”, disse o chefe da Haas.

“Claro, ele testou com a gente no TL1 do México e em Abu Dhabi e imediatamente ficou claro para mim e para a maioria de nós que ele é especial. Não é apenas a velocidade. É o pacote completo e ele entende os objetivos, ele se comportou muito bem. Mesmo durante uma corrida, ele é capaz de absorver as informações da volta anterior e depois fazer pequenos ajustes para dar o próximo passo. Ele mostrou maturidade imediatamente, como se já fizesse isso há alguns anos”, finalizou Komatsu.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️  Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.