Haas diz que pontos de Grosjean não garantem vaga para 2021: “É uma armadilha”

Romain Grosjean andou bem no GP de Eifel e pontuou, mas para o chefe da Haas, Günther Steiner, isso não garante uma vaga para a próxima temporada da Fórmula 1 na equipe

A boa performance de Romain Grosjean no GP de Eifel, com o nono lugar, deixou o francês bem animado, mas não a chefia da Haas. Para Günther Steiner, chefe do time, o resultado não garante uma vaga para a próxima temporada de Fórmula 1.

Romain Grosjean e Kevin Magnussen, a dupla da Haas, possuem contrato apenas até o fim do campeonato 2020. A Haas procura opções no mercado, mas não descarta novamente renovar com os atuais pilotos. Para Steiner, não é possível analisar desempenho por corrida, mas como um todo.

“Não podemos ser emotivos decididindo a cada corrida e pronto. Essa decisão precisa ser a longo prazo, não curto, e não podemos cair em uma armadilha. Vou me manter bem estável, avaliando o que eu disse que olharia, que é como acreditamos que o time pode ter melhor rendimento com os pilotos nos próximos três ou quatro anos”, disse o dirigente.

No GP de Eifel, Grosjean terminou nos pontos pela primeira vez em 2020 (Foto: Haas)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

Steiner ainda declarou que as chances de definir a dupla de pilotos para 2021 antes do GP de Portugal, no próximo fim de semana, são pequenas. Ele ainda afirma que deseja aproveitar a folga da F1 para curtir os pontos conquistados no GP de Eifel.

“Não é só importante para o campeonato, pois ficamos um ponto mais próximo da Alfa Romeo, mas para todos se sentirem bem, terem a sensação. Isso mantém todo mundo motivado e acho que eles fizeram um grande trabalho ao longo do fim de semana”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube