Haas busca piloto reserva experiente para “ser referência” interna a partir de 2022

A Haas conta com uma dupla de novatos como pilotos titulares em 2021. Pensando no próximo ano, com a mudança de regulamento, a equipe quer um nome experimente na Fórmula 1 para ver se consegue dar um salto de performance

A Haas fez uma aposta para 2021 e abriu as portas para dois novatos ocuparem as vagas disponíveis. Com isso, Nikita Mazepin e Mick Schumacher estrearam na Fórmula 1, mas sempre ocupando as últimas posições do grid e mostrando dificuldades na adaptação. Pensando nisso, a equipe busca um piloto reserva experiente para o próximo ano. Atualmente, o time é o único sem ponto marcado e ocupa a última posição no Mundial de Construtores.

Para 2022, a Haas já confirmou a manutenção da dupla Schumacher e Mazepin, apesar das rusgas entre os dois. Com isso, falta a definição de um piloto reserva que possa ajudar nos testes e também no desenvolvimento do carro, ainda mais com a mudança de regulamento que será implementada pela Fórmula 1. O time conta com Pietro Fittipaldi como reserva, inclusive realizando duas etapas no ano passado — no lugar do lesionado Romain Grosjean —, mas o brasileiro sequer foi citado.

“Não temos referência, está faltando e isso é um piloto experiente. Não sei exatamente como vamos fazer isso, há mais de uma maneira. Conversamos um pouco, mas realmente ainda não fizemos nada”, disse Guenther Steiner, chefe de equipe da Haas, em entrevista à revista Racer.

A Haas é a única equipe que não pontuou na F1 2021 (Foto: Haas)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ F1 confirma estreia do GP do Catar em novembro e acordo de 10 anos a partir de 2023

“É sempre difícil se você pega um piloto reserva como referência. Isso tira tempo de pista [de Schumacher e Mazepin] durante os testes e já não existem muitos atualmente. Logo, existem prós e contras para tudo, mas precisamos chegar neste ponto em algum momento. Vou discutir internamente com os engenheiros e ver o que é melhor para a equipe. Ainda não tomamos a decisão, é algo muito difícil para fazer, então espero que nosso carro seja estável o suficiente para conseguirmos tudo isso. O carro é melhor e mais fácil de guiar com alguém desenvolveno, pois vai mais rápido e te dá confiança”, seguiu.

Apesar de pensar na possibilidade de pegar um piloto reserva, Steiner elogiou a evolução dos atuais pilotos da equipe, que fazem a primeira temporada na categoria.

“Pelo menos, aprenderam todo o processo, conhecem a equipe e é por isso que eu sempre disse que nosso objetivo é ter pilotos por mais de um ano. Demora um tempo para você se acostumar, especialmente sendo novato. Acho que estamos em um ponto decente para o próximo ano com os pilotos”, concluiu.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar