Hamilton assume vantagem da Ferrari no Bahrein e recorda: “Quem falou que temos um ‘modo festa’ estava errado”

Quarto mais rápido, Lewis Hamilton garante que teve um treino classificatório normal em Sakhir. O britânico afirma que o resultado abaixo da média é consequência somente da boa forma da Ferrari, que fez dobradinha e tem Sebastian Vettel na pole

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Depois de conseguir apenas o quarto melhor tempo no treino classificatório da F1 neste sábado (7), Lewis Hamilton admitiu: a Mercedes está em desvantagem na comparação com a Ferrari em Sakhir, palco do GP do Bahrein. O britânico garantiu que não teve nenhum contratempo e viu a pole de Sebastian Vettel como puro fruto da vantagem da equipe italiana.
 
“Não tivemos qualquer problema com o equilíbrio [do carro]. A Ferrari simplesmente esteve mais forte ao longo do fim de semana”, disse Hamilton, que larga em nono após trocar a caixa de câmbio do carro. “Amanhã vai ser difícil alcançar os cinco primeiros, mas o objetivo é esse. Vou tratar de somar o maior número possível de pontos. As zonas de DRS são maiores, mas não é fácil ultrapassar”, ponderou.
Lewis Hamilton teve uma classificação de pouco brilho (Foto: Mercedes)
Hamilton aproveitou a performance abaixo da média da Mercedes em voltas rápidas para voltar a fazer oposição às afirmações de que a equipe conta com uma configuração mais potente do motor em classificações – o já famoso ‘modo festa’, motivo de debate no GP da Austrália. Lewis diz que não tem nenhuma vantagem nesse sentido sobre rivais.
 
“Eu acho que, no fim das contas, isso mostra que todo mundo que disse que temos um ‘modo festa’ estava errado”, refletiu. “A Ferrari realmente está um pouco mais rápida em todas as partes [da pista]. Eles estão melhores ao cuidar dos pneus, assim como costumam ser em lugares quentes como esse”, contou.
 
Com ou sem ‘modo festa’, Hamilton luta no Bahrein para evitar grandes prejuízos. Além de largar oito posições atrás de Vettel, o britânico já tem um déficit de 7 pontos na briga pela liderança da F1.
 
CEDO DEMAIS?

ALONSO ENTRA NO ‘MODO EMPOLGOU’ ANTES DO TEMPO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube