F1
11/06/2018 05:15

Hamilton critica limite “ridículo” de motores e dispara: “Regulamento está indo na direção errada”

Lewis Hamilton disparou contra o regulamento de motores da F1 e avaliou que o esporte está indo na direção errada. Britânico teve problemas com o propulsor Mercedes durante o GP do Canadá
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)

 
A escuderia de Brackley adiou a atualização de motores prevista para a etapa canadense por conta de problemas de qualidade, mas Hamilton teve dificuldades no início da prova de Montreal, já que o propulsor superaqueceu e ele teve de lidar com uma potência intermitente.
 
Pelo regulamento da F1, os pilotos têm um limite de três motores para uma temporada de 21 corridas antes de receberem punições.
Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)
“Espero que isso não continue nos próximos dois anos, já que está ficando ridículo”, disse Hamilton em entrevista à emissora britânica Sky Sport. “É, definitivamente, mais divertido quando você tem mais motores. O fato de o Mundial poder ser influenciado pela confiabilidade, acho que ninguém quer ver isso”, seguiu.
 
“Você quer de fato a verdadeira performance, então, na minha opinião, o regulamento está indo na direção errada”, avaliou. 

CONFLITO À VISTA?

NOVA EQUIPE DE LORENZO, HONDA É TODA MOLDADA PARA MÁRQUEZ