Hamilton se vê em “início mediano” de temporada e admite: “Ainda não consegui extrair tudo do carro”

Lewis Hamilton é líder com quatro vitórias em seis corridas, mas acha que ainda pode melhorar bastante sua performance na temporada 2019 e, principalmente, tirar mais do carro da Mercedes

Lewis Hamilton lidera o campeonato com quatro vitórias e dois segundos lugares, mas quem disse que o pentacampeão está satisfeito? De acordo com o inglês, a performance tem sido apenas mediana até aqui e ainda falta extrair o potencial completo do carro.
 
Hamilton reconheceu que o problema não tem sido nos resultados conquistados e nem na preparação, mas faltam ainda detalhes a serem melhorados pelo piloto com o carro de 2019 da Mercedes.
Lewis Hamilton ainda não se vê 100% com o carro da Mercedes de 2019 (Foto: AFP)

"Sinto que eu estou tendo uma performance mediana esse ano. Talvez um pouco acima da média, mas acho que mediana é uma boa definição depois de seis corridas. Sinto que tive os melhores resultados possíveis, que cheguei preparado, me preparei da melhor forma, mas não acho que consegui extrair tudo do carro ainda, acho que sofri um pouco nisso nessas seis corridas", disse.

 
Lewis garantiu que vai crescer com o novo carro, mas não deu uma previsão de quando atingirá todo o potencial do bólido prateado de 2019.
 
"Não tenho dúvidas de que vou melhorar conforme eu vá entendendo melhor o carro. Acho que particularmente preciso entender melhor os pneus, as janelas de cada um deles. Espero em breve conseguir acabar com as dificuldades e voltar a ter grandes performances, não sei se nas próximas dez corridas, se agora, mas estou focadíssimo em acertar isso", completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube