F1
05/10/2018 05:40

Hamilton vibra com velocidade de “insana” Suzuka e celebra equilíbrio da Mercedes: “Amando guiar aqui”

Depois de uma sexta-feira dominante, Lewis Hamilton reiterou o amor e paixão pelo circuito japonês e se mostrou feliz, acima de tudo: “Agradeço todos os dias porque isso é o que sempre quis fazer”
Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré
 Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)
“Essa pista é incrível” Que grande dia!”. Foi com essas palavras que, durante o segundo treino livre desta sexta-feira (5) em Suzuka, Lewis Hamilton expressou todo seu apreço e amor pelo icônico circuito. Em estado de graça, o tetracampeão, dono de nada menos que quatro vitórias no GP do Japão, destacou a felicidade por voltar à pista e ir cada vez mais rápido. Hamilton liderou os dois treinos do dia e não tomou conhecimento dos adversários, virando 1min28s217 como melhor tempo. Perante o principal deles, Sebastian Vettel, Lewis foi 0s833 mais rápido, uma vantagem e tanto na abertura dos trabalhos do fim de semana.
 
“A cada vez que venho para Suzuka, particularmente nos últimos anos, os carros estão cada vez mais rápidos, é incrível. Não se fazem mais pistas como esta, há muito pouco espaço para erros. Uma passada pela grama e você está no muro. Suzuka é um dos meus circuitos favoritos, se não for o meu favorito, é muito legal. Especialmente os setores 1 e 2 são insanos. O primeiro setor é melhor montanha russa que já provei num carro de F1”, descreveu.
 
Hamilton ficou naturalmente satisfeito com o comportamento da sua Mercedes nesta sexta-feira. A Flecha de Prata permitiu ao piloto buscar o limite a cada volta. 
Lewis Hamilton reiterou todo seu amor por Suzuka (Foto: Mercedes)
“O equilíbrio estava todo no lugar, então curti muito. A cada ano que volto sempre há áreas em que posso melhorar, então foi como ‘nas curvas 2 e 3, onde sei que preciso arrebentar neste ano’, e fui pra cima. Fui muito melhor do que já havia sido antes ao longo dessas curvas em particular”, disse o piloto, verdadeiramente em estado de graça pela grande fase que vive, cada vez mais perto do penta, e também pela chance de voltar a acelerar em Suzuka.
 
“Agora eu simplesmente tenho de seguir em frente, continuar trabalhando, minha equipe e eu, estamos trabalhando tão bem juntos na sintonia fina do carro. Estou amando guiar, mais do que nunca. Quando você entra no carro, é simplesmente o melhor, tão rápido e sou grato por ter a oportunidade de fazer o que faço. Agradeço todos os dias porque isso é o que sempre quis fazer”, complementou.
 
Valtteri Bottas também teve um dia positivo no Japão, ainda que não tivesse sido nem de longe páreo para Hamilton. No segundo treino livre, onde os carros foram mais rápidos, a diferença entre os dois companheiros de equipe foi de 0s461. O finlandês entende, no entanto, que há muita margem para melhorar visando o sábado.
Valtteri Bottas ficou 0s4 atrás de Lewis Hamilton nesta sexta-feira (Foto: Mercedes)
“Suzuka é sempre divertida, uma pista muito legal para guiar. O carro também se comportou muito bem, ainda que para mim tenha sido melhor no primeiro treino do que no segundo. Nós temos toda a noite pela frente para analisar todas as mudanças que fizemos e encontrar o acerto correto. Mas, no geral, o carro se comportou muito bem em todos os setores, tive somente alguns problemas de equilíbrio, sofrendo um pouco com as saídas de frente. No geral, foi um bom ponto de partida para o fim de semana, mas é difícil dizer onde nós estamos em relação aos outros”, ponderou.
 
O nórdico destacou um dia tranquilo com a pista seca, uma vez que havia real possibilidade de chuva durante os treinos livres. Chuva que pode aparecer no sábado de treino classificatório. E se a definição do grid de largada acontecer com a pista molhada, Bottas prevê uma grande batalha.
 
“O clima tende a ser um desafio amanhã, então foi bom para todos que tivemos uma sexta-feira seca porque suponho que esteja seco também no domingo. Também vai estar mais quente na corrida, então vai ser diferente. Ao menos temos uma boa quilometragem no seco, então amanhã não importa se chover. É muito fácil cometer erros nesta pista. Um pequeno erro e você está fora. Na chuva, é dez vezes mais difícil. Suzuka é uma das pistas mais desafiadoras na chuva. A pista se torna muito imprevisível, especialmente quando chove forte ou há água parada. Então, se a classificação for com chuva amanhã, vai ser bem interessante”, concluiu.
 
A F1 volta a acelerar em Suzuka neste sábado. O terceiro treino livre acontece às 0h (horário de Brasília), enquanto a sessão que vai definir o grid de largada do GP do Japão está marcada para 3h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.