Ímola renova homologação máxima e se vê pronta para receber Fórmula 1 em 2020

Desde 2006 longe do calendário, Ímola deseja retornar à Fórmula 1 se aproveitando das dificuldades para montar o calendário deste ano

Sem receber a Fórmula 1 desde 2006, o circuito de Ímola não desiste da ideia de estar novamente no calendário da categoria. Nesta sexta-feira (12), o autódromo deu mais um passo ao renovar a homologação máxima exigida pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

Uberto Selvatico Estense, dono do circuito, comentou a possibilidade do GP de San Marino estar novamente na Fórmula 1 já em 2020, especialmente pela dificuldade da categoria em montar o calendário após a crise do novo coronavírus.

“Com a renovação da licença, estamos em condições de sediar uma etapa de Fórmula 1, cumprindo todos os requisitos solicitados pela FIA”, afirmou Estense.

GP de San Marino de 2006 foi o último da F1 em Ímola e vencido por Michael Schumacher

A possibilidade de Ímola voltar ao calendário está presente desde que a F1 iniciou os cancelamentos de etapas e passou a procurar novos locais para correr ainda em 2020. Uma possibilidade é a do GP de San Marino ser disputado no dia 13 de setembro, após os GPs da Bélgica e da rodada dupla em Monza, na Itália.

“Esperamos que o sonho se torne realidade com apoio das instituições e de todos na região”, completou.

A AlphaTauri planeja utilizar o circuito em junho, com uma filmagem marcada para o dia 24.

Uma das complicações para a realização do GP de San Marino no dia 13 de setembro é que a data já será usada pela MotoGP para a corrida em Misano, a menos de 100 km de Ímola.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube