Button prevê ex-colega de equipe Alonso “mais humilde e mais educado” na volta à F1

Jenson Button compartilhou os boxes da McLaren com Fernando Alonso entre 2015 e 2016 e conhece como poucos o bicampeão do mundo. Na visão do britânico, o ex-companheiro de equipe vai ter uma postura diferente no seu retorno à Fórmula 1 nesta temporada

Fernando Alonso sempre se destacou na Fórmula 1 pela sua incontestável qualidade técnica, mas também pela sua personalidade. Ao longo de uma trajetória de 17 temporadas, iniciada em 2001 e interrompida ao fim de 2018, o bicampeão mundial acumulou glórias ao mesmo tempo em que colecionou polêmicas. Impossível não lembrar, por exemplo, da rivalidade explosiva travada com Lewis Hamilton na McLaren em 2007, da discussão com Felipe Massa pouco antes do pódio do GP da Europa do mesmo ano, em Nürburgring, e do ‘motor de GP2’ ao esbravejar contra a falta de competitividade da Honda que empurrava sua McLaren no GP do Japão de 2015.

Na maior parte do seu último ciclo na Fórmula 1, Alonso teve como companheiro de equipe Jenson Button, campeão mundial em 2009. O britânico compartilhou os boxes da McLaren com Fernando entre 2015 e 2016. Juntos, entraram na galhofa quando não viam mais a chance de lutar por resultados decentes naquela época e até participaram de um pódio ‘fake’ no fim de semana do GP do Brasil.

Button e Alonso viveram o auge da crise da McLaren-Honda entre 2015 e 2016 (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Alonso vai voltar à Fórmula 1 nesta temporada depois de dois anos fora. Longe da principal categoria do esporte a motor, Fernando trilhou novos horizontes, foi campeão mundial de Endurance, conquistou corridas icônicas como as 24 Horas de Le Mans, duas vezes, e as 24 Horas de Daytona, e nesta mesma época no ano passado chegou até a desbravar as trilhas do Dakar na Arábia Saudita.

Mas a partir de 2021, Alonso volta à antiga paixão para defender a Alpine. E nesta nova fase, com o espanhol já prestes a completar 40 anos (faz aniversário em 29 de julho), o ex-colega dos tempos de McLaren acredita em uma outra postura por parte do bicampeão.

“Eu acho isso ótimo. Ele é uma personalidade real e acho que provavelmente aprendeu a ser um pouco mais humilde nos últimos anos”, declarou o ex-piloto de Williams, Benetton, Renault, BAR, Honda, Brawn e McLaren, equipe que defendeu entre 2010 e 2017, em entrevista ao site britânico Planet F1.

“Acho que você vai ver um Fernando Alonso muito forte e muito educado. E é muito bom para o esporte, muito bom para ele. E ele parece estar trabalhando muito no condicionamento físico, o que é ótimo”, elogiou o britânico de 40 anos. “E ele vai precisar, já que ele não é mais um jovenzinho”, brincou o agora dono de equipe do DTM.

Button recordou que Alonso vai ter uma dura missão pela frente: substituir um piloto que foi peça-chave para que a Renault resgatasse a competitividade em 2020. “Também é bom para a Renault, uma equipe com a qual ele conquistou dois títulos mundiais, esse retorno. Fernando tem uma grande lacuna para preencher, pois Daniel Ricciardo era extremamente bom e nada o perturba”.

“Vai ser muito divertido ver Daniel na McLaren ao lado do Lando, e, sim, vai ser ótimo ver Fernando de volta ao grid”, concluiu o dono da última vitória da escuderia britânica na F1, ocorrida no GP do Brasil de 2012.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube