Norris vê McLaren atrás de Alfa Romeo e diz que briga para ser 4ª força “está apertada”

Lando Norris acredita que a Mercedes conseguiu se distanciar na classificação e vê a briga entre McLaren, Alfa Romeo, Haas e Alpine bastante acirrada

Depois de um fim de semana em Ímola em que prometeu muito, a McLaren voltou a ficar fora da zona de pontuação, com um ritmo inferior até que o da Alfa Romeo, na opinião de Lando Norris. Forçado a abandonar o GP de Miami após ser acertado por Pierre Gasly, o piloto fez um balanço do desempenho do time de Woking comparado aos demais e foi sincero ao falar sobre lutar pelas primeiras posições.

Na prova disputada no último domingo, Norris brigava no pelotão intermediário quando abandonou. Daniel Ricciardo, por sua vez, completou em 11º, mas tomou 5s por sair da pista e ganhar vantagem e teve o 13º computado como posição final em Miami.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Lando Norris não completou o GP de Miami (Foto: McLaren)

“Acho que estamos atrás da Mercedes. Também estamos atrás da Alfa Romeo, mas estamos bem na corrida contra Alpine e a AlphaTauri”, disse o dono do carro #4 à Autosport. “Haas está em algum lugar nessa região também. Acho que é bem simples: está apertado”, acrescentou sobre a disputa pelo quarto lugar no campeonato de construtores.

“Na corrida, temos um ritmo decente. Vai demorar um pouco mais para enfrentarmos a Mercedes e as equipes da frente. Se pudermos fazer isso, seremos felizes”, completou o jovem.

Na comparação entre Ímola e Miami, Norris explicou que o circuito americano acabou favorecendo o acerto da Mercedes em comparação ao da McLaren. “Miami tem muitas curvas lentas, e a Mercedes tem um dos melhores carros nesses trechos. Desde o primeiro dia, eles foram bem nessas seções.”

“Acho que eles descobriram neste fim de semana como tirar mais potencial do carro. Então não estou surpreso. Tem sido assim na F1 há anos. Às vezes, seu carro se adapta à pista, às vezes outro carro se adapta melhor”, analisou.

Agora, Norris voltará à pista de Barcelona, que recebeu a F1 em fevereiro para os testes da pré-temporada. Para o inglês, o retorno ao circuito catalão será importante para ajudar a equipe nas melhorias que o MCL36 precisa.

“Com base nos testes de inverno, eu diria que [Barcelona] nos dá mais esperanças do que Miami. Espero que consigamos fazer mais algumas melhorias no carro. É difícil dizer o que vamos tirar do fim de semana em Miami”, finalizou.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar