F1

Leclerc vê Baku como ponto de virada, mas exalta Sauber: “Base do carro já estava lá e era boa”

Charles Leclerc avaliou que o GP do Azerbaijão foi um ponto de virada na temporada da Sauber. O #16 considerou, no entanto, que o carro tinha uma boa base, mas demandou algum tempo para ser compreendido

Warm Up, de São Paulo / FELIPE NORONHA, de Interlagos / JULIANA TESSER, de Interlagos

Charles Leclerc avaliou que entender o carro foi mais importante do que as atualizações trazidas pela Sauber ao longo da temporada 2018. O #16 viu o GP do Azerbaijão como um ponto de virada para a escuderia suíça, mas avaliou que o C37 abriu o ano já com uma boa base. 
 
Falando à imprensa em Interlagos, Leclerc elogiou a base com que Sauber começou a trabalhar em 2018, mas reconheceu que o time demorou a pegar a mão com o carro.
 
“Eu realmente acho que a base do carro deste ano era boa, só acho que nas primeiras três corridas nós provavelmente não usamos o potencial máximo”, disse Leclerc. “Tão logo entendemos como equilibrar este carro, acho que nós realmente demos um passo enorme. Mas realmente acho que a base do carro já estava lá e era realmente boa”, frisou. 
Charles Leclerc elogiou a base do carro da Sauber (Foto: Sauber)
“Nós também melhoramos um pouco ao longo da temporada, o que o tornou ainda melhor. Mas, sim, o carro é bem impressionante em comparação com o ano passado e nós podemos ver isso nos resultados”, comentou. “E mesmo agora que paramos as atualizações no carro já há algum tempo, estamos mantendo a mesma performance que os times que ainda estão tentando forçar um pouco, então, sim, definitivamente é um carro forte”, considerou.
 
Questionado se entender o equilíbrio do carro foi mais importante do que as atualizações, Leclerc respondeu: “Eu acho que sim. Eu acho que sim. Definitivamente, as atualizações ainda melhoraram o carro, mas o grande salto foi em Baku, onde demos um passo com o equilíbrio. Depois disso, foram pequenos passos que sempre foram na direção certa e, como eu disse no passado, nem sempre acontece na F1, definitivamente não é sempre fácil trazer algo que vá na direção certa, mas foi isso que eles fizeram”.
 
Ainda, Charles considerou que a Sauber está no caminho certo para 2019, especialmente por ter parado de focar no desenvolvimento do carro com antecedência. 
 
“Não acho que esperássemos um fim tão bom de temporada, esperando o fim do programa de desenvolvimento do carro neste ano tão cedo, mas certamente parece bom para eles para o próximo ano, porque eles tiveram tempo para desenvolver o carro”, concluiu.