Hamilton permanece na Fórmula 1 e renova pela Mercedes até fim da temporada 2023

O sábado do GP da Áustria de Fórmula 1 começou com uma notícia impactante. Lewis Hamilton vai seguir na Fórmula 1 e permanecerá pelo menos por mais dois anos pela Mercedes, partindo assim para 11 temporadas com a equipe heptacampeã mundial

A Aston Martin não perdeu a chance de zoar Sebastian Vettel após a eliminação da Alemanha na Eurocopa (Vídeo: Aston Martin)

É oficial. Lewis Hamilton e a Mercedes assinaram a renovação de contrato. O acordo foi revelado ao público pela escuderia heptacampeã do mundo neste sábado (3) do fim de semana do GP da Áustria. O novo acordo vale por duas temporadas, ou seja, Hamilton vai continuar defendendo a equipe que o consagrou até o fim de 2023, cenário que significa sua sequência na Fórmula 1, afastando assim os rumores sobre uma eventual saída da principal categoria do automobilismo mundial ao fim do ano. A renovação de contrato era uma prioridade para a Mercedes, chefiada por Toto Wolff.

Desta forma, Hamilton vai continuar no grid da Fórmula 1 até perto de completar 39 anos. Ao cumprir seu contrato, Lewis terá completado 11 temporadas correndo pela Mercedes, onde está desde 2013. Será a sequência da aliança mais vitoriosa entre piloto e equipe no Mundial. Com a Mercedes, Hamilton conquistou 77 vitórias, 74 poles e nada menos que seis títulos mundiais (2014, 2015, 2017, 2018, 2019 e 2020), que se somam ao Mundial conquistado em 2008, quando o britânico era ainda piloto da McLaren.

Desta forma, a Mercedes cumpre com o prometido ao definir a situação de Hamilton de forma antecipada, bem diferente do que aconteceu neste ano, quando o contrato com o britânico, hoje com 36 anos, teve sua renovação tornada pública apenas em 8 de fevereiro. O acordo também dá tranquilidade para que Lewis e a Mercedes tenham foco total na luta pelo título naquela que se desenha como a temporada mais difícil para ambos desde o início da era híbrida. Tudo em razão da grande força exibida por Max Verstappen e a Red Bull, líderes do Mundial de Pilotos e Construtores, respectivamente.

Além disso, ao renovar com Hamilton, a Mercedes reforça o comprometimento de longo prazo com a Fórmula 1.

LEWIS HAMILTON; TOTO WOLFF; MERCEDES;
A Mercedes, chefiada por Toto Wolff, renovou contrato com Lewis Hamilton até 2023 (Foto: Mercedes)

“É difícil acreditar que já faz quase nove anos trabalhando com esta equipe incrível. Estou animado para continuar nossa parceria por mais dois anos. Já conquistamos muito juntos, mas ainda temos muito a conquistar, tanto dentro como fora da pista”, declarou o maior vencedor da história da F1.

Hamilton ressaltou o apoio dado pela equipe na sua luta contra o racismo e por um esporte mais inclusivo como um todo.

“Estou incrivelmente orgulhoso e grato pela forma como a Mercedes me apoiou no meu esforço para melhorar a diversidade e a igualdade em nosso esporte. Eles se responsabilizaram e deram passos importantes na criação de uma equipe mais diversificada e um ambiente inclusivo. Obrigado a todas as pessoas dedicadas e talentosas da Mercedes, cujo trabalho duro torna tudo isso possível, e ao Conselho Administrativo pela sua confiança contínua em mim. Estamos entrando numa nova era de um carro que será desafiador e empolgante. Mal posso esperar para ver o que mais poderemos alcançar juntos”, complementou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Toto Wolff, chefe de equipe mais vencedor da história, ressaltou a importância de contar com um piloto do tamanho de Hamilton às vésperas da chegada da revolução técnica que a Fórmula 1 vai viver a partir do ano que vem.

“Ao passo em que entramos em uma nova era na Fórmula 1 a partir de 2022, não pode haver piloto melhor para ter em nossa equipe do que Lewis. Suas conquistas neste esporte falam por si mesmas, e com sua experiência, velocidade e talento, ele está no auge. Estamos curtindo a batalha que temos em nossas mãos neste ano, e é por isso também que queríamos fechar este contrato antecipadamente para que não tenhamos distrações na pista. Sempre disse que, enquanto Lewis ainda possuir aquele fogo para as corridas, então ele pode ficar o quanto quiser”, disse o dirigente austríaco, CEO da equipe Mercedes na F1.

Ele fica! Lewis Hamilton segue na Fórmula 1 por pelo menos mais duas temporadas (Foto: Mercedes)

Por fim, Markus Schäfer, membro do Conselho de Administração da Daimler, empresa-mãe da Mercedes, e presidente não-executivo da equipe, também comemorou a permanência por mais dois anos do heptacampeão mundial de Fórmula 1.

“Estou muito satisfeito que Lewis Hamilton vai seguir correndo pela Mercedes nas próximas duas temporadas na Fórmula 1. A ambição e o comprometimento de Lewis para vencer, sempre buscando melhorar, têm desempenhado um papel essencial para que nossa equipe e marca tenham o mesmo sucesso que temos hoje. E ele não é só um piloto muito talentoso, mas é também uma pessoa socialmente engajada e atenciosa e que deseja causar um impacto na sociedade. Juntos, nos dedicamos a continuar nosso sucesso em conjunto no futuro”.

Uma vez que a situação de Hamilton está definida, resta à Mercedes definir o complemento da sua dupla de pilotos para 2022 e além. Segundo a emissora italiana Sky Sports e o site alemão F1 Insider, é simplesmente questão de tempo para que George Russell seja confirmado como novo piloto da equipe de Brackley em substituição a Valtteri Bottas, que está na Mercedes desde 2017.

Fórmula 1 volta a acelerar neste sábado, dia do treino livre 3, a partir de 7h (de Brasília, GMT-3), e da classificação, com início previsto para 10h. Sempre com transmissão ao vivo da Band na TV aberta, do canal por assinatura BandSports e do serviço de streaming F1 TV Pro. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar