Verstappen admite “grande vantagem”, mas pede cautela com briga por título da F1 2022

Holandês da Red Bull sabe que situação no Mundial de Pilotos é confortável, mas relembrou atuação taurina na classificação do GP da Hungria para pedir pés no chão

DRUGOVICH E FITTIPALDI PODEM APARECER NA FÓRMULA 1 EM 2023?

A Red Bull foi para o intervalo de meio de ano da Fórmula 1 com 80 pontos de vantagem no Mundial de Pilotos (Max Verstappen tem 258 e, Charles Leclerc, 178) e 97 na tabela de Construtores – 431 contra 334 da Ferrari, que mais precisa se preocupar com a Mercedes agora. O atual campeão mundial reconheceu a situação confortável, mas pediu para a equipe taurina não vacilar.

Para exemplificar, Verstappen relembrou o treino classificatório do GP da Hungria. Em Hungaroring, a Red Bull lidou com problemas e o holandês se classificou somente em 10º, com Sergio Pérez caindo ainda no Q2, em 11º.

“Claro, é uma grande vantagem. Mas nós não podemos ter muitos dias como tivemos no sábado na Hungria. Mesmo na corrida, tivemos alguns pequenos problemas com a embreagem e mudanças de marcha – o que não foi tão ótimo de pilotar. Em geral, claro, é bom – mas temos que continuar trabalhando e melhorando em algumas coisas”, apontou.

Max Verstappen ganhou mais uma, a oitava do ano (Foto: Red Bull Content Pool)

O holandês sobra no campeonato – prova disso está nas estatísticas. Das 11 corridas em que cruzou a linha de chegada na F1 2022, o atual campeão mundial venceu 8 – e só em Silverstone, com problemas no carro após passar por cima de detritos na pista, não subiu ao pódio. Verstappen sequer precisa vencer outra corrida na temporada para se consagrar campeão.

Entretanto, perguntado se vai atrás do recorde de Sebastian Vettel e Michael Schumacher, de maior número de vitórias em uma só temporada (os alemães têm 13), o atual campeão mundial desconversou.

“Não sei, claro que vamos tentar vencer o máximo de corridas possível, nas etapas restantes do campeonato. Mas, mais importante é manter a liderança do campeonato. Isso, claro, é o que temos que tentar assegurar”, completou.

Chefe da Red Bull, Christian Horner seguiu a linha de seu comandado e deixou claro: não há nada ganho na atual temporada da Fórmula 1.

“É uma ótima maneira de partirmos para as férias de meio de ano, mas ainda há muita corrida pela frente. Ferrari é rápida, Mercedes está voltando. Ainda há um longo, longo caminho neste campeonato – e mais uma corrida sprint. Não tomamos nada por garantido”, finalizou Horner.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar