Verstappen desdenha das atualizações nos carros da Mercedes: “Não estou preocupado”

Campeão do mundo afirmou que o importante é focar no aprendizado e desenvolvimento do carro da Red Bull para a temporada 2022 da Fórmula 1

FÓRMULA 1: VERSTAPPEN RENOVA COM RED BULL ATÉ 2028. O QUE ISSO SIGNIFICA?

Max Verstappen foi rápido em desdenhar das atualizações apresentadas pela Mercedes nesta quinta-feira (10), primeiro dia de testes da Fórmula 1 no Bahrein. Campeão vigente da Fórmula 1, o piloto holandês não deu muita ênfase a mudança radical do W13 e defendeu que o importante é focar apenas na evolução o RB18 da Red Bull.

Na primeira sessão de testes de pré-temporada em Sakhir, o assunto do momento no paddock são as atualizações no conceito dos carros da Mercedes, principalmente nos sidepod, que são menores e muito mais finos, com design mais ousado e agressivo.

O campeão mundial de F1 não foi escalado para participar do primeiro dia de preparação para a temporada 2022. Mas acompanhou de perto o companheiro de equipe, Sergio Pérez, que foi o piloto que ficou mais tempo em pista na sessão inicial no circuito do Sakhir. O mexicano acumulou 70 voltas e registrou o quarto melhor tempo da manhã.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Verstappen não se importou com as atualizações radicais do carro da Mercedes (Foto: AFP)

Apesar de estar focado apenas no trabalho da Red Bull neste primeiro dia, Verstappen foi questionado sobre a nova concepção do carro da Mercedes. O W13 chamou atenção do paddock, inclusive do chefe de equipe, Christian Horner, que foi rápido em opinar sobre o assunto. Entretanto, aparentemente, as mudanças não surtiram o mesmo efeito no holandês, que desdenhou dos novos conceitos desenvolvidos pelos adversários.

“Não estou preocupado com o novo conceito. Só podemos olhar para nós mesmos. Já disse isso muitas vezes no ano passado e devemos fazer o mesmo neste ano”, afirmou o dono do carro #1, que vai estrear nos testes do Bahrein nesta sexta-feira.

Verstappen salientou que o processo de aprendizado é o mais importante no momento, pois ainda existem muitas dúvidas sobre a evolução dos novos carros. “Mesmo que os carros pareçam um pouco diferentes, todos temos muito que aprender. Ainda há muitas incógnitas, então não estou nem um pouco preocupado”, acrescentou.

Depois dos primeiros dias de testes em Barcelona, a Fórmula 1 retoma as atividades para a temporada 2022. O palco agora é o Bahrein, que sedia também a primeira corrida do campeonato, em 20 de março. Serão mais três dias de trabalhos no circuito de Sakhir, entre 4h e 13h (de Brasília). A maior categoria do esporte a motor vive uma revolução técnica neste ano. Na tentativa de melhorar o espetáculo e equilibrar as forças do grid, a F1 aposta no conceito do efeito solo – configuração aerodinâmica usada já no fim dos anos 1980. Mas que vem desenhada.

Além de toda a expectativa envolvendo o novo regulamento, o Mundial também espera uma revanche entre Max Verstappen e Lewis Hamilton. Os dois pilotos travaram uma dura batalha pelo título em 2021 e a tendência é que a briga siga mais uma vez, mas agora com outros elementos.

O GRANDE PRÊMIO acompanha a cobertura da pré-temporada da Fórmula 1 no Bahrein AO VIVO e em TEMPO REAL. A análise acontece no Briefing assim que as atividades em pista acabarem.

LEIA TAMBÉM
+Brawn diz que sidepod da Mercedes é legítimo: “Nenhum carro tem design irregular”
+Briatore volta à Fórmula 1 em 2022 como embaixador oficial da categoria

A SINA DO PRIMEIRO VENCEDOR NA TEMPORADA DA FÓRMULA 1 (DESDE 2017)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar