F1

McLaren confirma Sette Câmara como novo piloto de testes em 2019: “Oportunidade incrível”

O brasileiro Sérgio Sette Câmara assinou com a McLaren na F1. Em Woking, o piloto vai cumprir a função de piloto de testes, além de fazer parte do programa de desenvolvimento de jovens pilotos
Warm Up / VITOR FAZIO, de Berlim
 Sérgio Sette Câmara (Foto: FIA Fórmula 2)

 
Sérgio Sette Câmara deu um passo importante na carreira nesta terça-feira (6). O piloto brasileiro foi anunciado pela McLaren como novo piloto de testes a partir de 2019, além de fazer parte do programa de desenvolvimento de jovens talentos.
 
“Meu sonho é um dia virar piloto da F1, e eu gostaria de agradecer a todos na McLaren por essa oportunidade incrível”, disse Sette Câmara ao ser anunciado. “Meu objetivo é me encaixar na equipe e trabalhar próximo dela o mais rápido possível. Quero ouvir, aprender e ajudar no desenvolvimento enquanto piloto, além de ajudar a McLaren”, seguiu.

O acordo entre Sette Câmara e McLaren foi antecipado pelo GRANDE PRÊMIO em outubro. O acordo do piloto brasileiro tem o apoio da Petrobras, que assinou um acordo de parceria técnica com a escuderia britânica no começo de 2018.
Sérgio Sette Câmara assinou com a McLaren (Foto: FIA Fórmula 2)
“Nós estamos encantados em receber Sergio na McLaren e no nosso programa de jovens pilotos”, comentou Gil de Ferran, diretor esportivo da McLaren. “Nós temos acompanhado o progresso dele há algum tempo e acreditamos que ele é um jovem talento promissor com um potencial real. Nós estamos ansioso para trabalhar com ele para desenvolver suas habilidades como um piloto completo, enquanto temos o apoio dele em nossas operações de corrida”, completou.
 
Sette Câmara alcança o vínculo com a McLaren após uma temporada de evolução na Fórmula 2. Representando a Carlin, o brasileiro é sexto e virou frequentador assíduo do pódio, apesar de ainda não ter vitórias em 2018. Sérgio é o atual companheiro de Lando Norris, que coincidentemente assume como titular na mesma McLaren em 2018.

É o segundo contato do brasileiro com uma equipe de F1, passada a passagem apagada pelo programa de desenvolvimento da Red Bull em 2016. Então correndo na F3 Europeia, Sérgio não conseguiu acumular resultados de destaque e perdeu espaço, mas não sem antes testar uma Toro Rosso em Silverstone.

A próxima etapa da Fórmula 1 é o Grande Prêmio do Brasil, que acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br