F1
21/06/2018 08:07

McLaren rebate “julgamento ruim e mal informado” de ex-chefe e avisa: “Estamos focados no futuro, não no passado”

À emissora inglesa Sky Sports F1, um porta-voz da McLaren rebateu o que considerou um “julgamento ruim e mal informado” de Martin Whitmarsh e ressaltou que o time está focado no futuro
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Fernando Alonso (Foto: AFP)

A McLaren não deixou passar batidas as criticas de Martin Whitmarsh. Por meio de um porta-voz, a escuderia de Woking classificou as declarações do ex-chefe do time como um “julgamento ruim e mal informado”.
 
 
“As pessoas na McLaren disseram que me mandariam uma carta sobre a situação. Eu disse a eles para não mandarem para mim, mas para [o acionista da equipe] Mansour [Ojjeh]", contou Whitmarsh ao jornal britânico ‘Daily Mail’.
McLaren rebateu as declarações de Martin Whitmarsh (Foto: McLaren)
De acordo com a publicação inglesa, os funcionários estão insatisfeitos com a liderança de Éric Boullier e com a maneira como Zak Brown vem explorando outros campos além da F1, principalmente no grande interesse na Indy e Le Mans.
 
"Eu amo o time e estou desesperadamente triste por ver o que se tornou. É preciso uma grande mudança de abordagem. Há muita política entre as principais figuras. Acho que algumas delas precisam ir. Expliquei minha opinião a Mansour e cabe aos acionistas decidir o que fazer", continuou Whitmarsh. "A equipe costumava ser toda sobre ganhar na F1. A McLaren está indo em outra direção, ao invés de vez de fazer do GP a única prioridade. Isso me amedronta. Se uma comissão [de funcionários] aparecesse na minha porta, eu não a recusaria. Eles sabem onde estou", encerrou.
 
Procurado pela emissora britânica Sky Sports F1, um porta-voz da McLaren afirmou que Whitmarsh é parte do passado da escuderia.
 
“Martin trabalhou com a McLaren por muitos anos, mas está fora do negócio há algum tempo e não faz parte do nosso futuro”, afirmou. “O que ele disse, no nosso ponto de vista, foi um julgamento ruim e mal informado, mas ele tem direito a sua opinião”, seguiu.
 
“Têm altas expectativas no time e não vamos comprometê-las”, garantiu. “Todos na McLaren estão trabalhando tremendamente duro e estão focados no futuro, não no passado”, concluiu. 
 
A McLaren está longe do pódio da F1 desde o GP da Austrália de 2014. Hoje, o time ocupa a quinta colocação no Mundial de Construtores, com 40 pontos.
 
HISTÓRIA ESCRITA SEM BRILHO

REGULAMENTO TIRA BRILHO DE VITÓRIA DA TOYOTA EM LE MANS