Da Mercedes à Haas: FIA divulga valores das taxas de inscrição das equipes para 2022

De acordo o sistema de pagamento, Mercedes paga cerca de R$ 25 milhões e Haas, lanterninha, contribui com quase R$ 3 milhões

Mercedes colocou o W13 pra dar umas voltinhas em Silverstone (Vídeo: Mercedes)

A temporada 2022 da Fórmula 1 começa em exatamente um mês e, ao longo das próximas semanas, os testes coletivos fazem com que as dez equipes vão à pista para passar bastante tempo entendendo e evoluindo os novos carros. Antes disso, porém, há uma obrigação que todas elas precisam cumprir: o pagamento das taxas de inscrição. Para a Mercedes, é uma obrigação que chega até cerca de R$ 25 milhões.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2.
Hamilton aprova W13, mas pede mudança “num monte de pequenas coisas”

Os valores foram divulgados pela FIA no Regulamento Esportivo para este ano, anunciado na última semana. Como de costume, a campeã mundial é quem mais precisa contribuir. É por isso que o valor da Mercedes aparece como o mais alto.

O sistema de pagamentos obrigatórios que as equipes precisam fazer à FIA para que disputem o Mundial foi desenvolvido em 2013 e conta com duas partes. Inicialmente, a federação contabilizou uma inflação de 1,4% aos valores do ano passado. Todos os times pagam uma taxa básica de US$ 577.278 – equivalente a cerca de R$ 3 milhões, na conversão do dia.

Lanterna do campeonato de 2021, Haas é quem menos paga (Foto: Haas F1 Team)

Além do valor-base, cada ponto anotado pela equipe no ano anterior acarreta mais $ 5.770 – cerca de R$ 30 mil.

Com isso, a Mercedes precisa desembolsar US$ 4.8 milhões – equivalente a R$ 24,7 milhões. O valor é mandatório, então a equipe anglo-alemã tem de pagar mesmo após ter perdido o Mundial de Pilotos e saído extremamente desagradada com a condução da decisão no GP de Abu Dhabi – que acarretou na mudança nos rumos da direção de prova.

A Red Bull vem no segundo lugar da tabela de pagamentos com um valor ligeiramente acima de R$ 20 milhões. Quem paga menos? A Haas, que fica somente no valor-base, uma vez que sequer conseguiu pontuar no campeonato.

F1 2022, Equipes, Taxa de Inscrição:

1MercedesR$ 24.775.251,32
2Red BullR$ 20.305.348,21
3FerrariR$ 12.545.133,27
4McLarenR$ 11.108.604,93
5AlpineR$ 7.554.308,01
6AlphaTauriR$ 7.169.259,17
7Aston MartinR$ 5.244.015,01
8WilliamsR$ 3.644.581,40
9Alfa RomeoR$ 3.348.389,99
10HaasR$ 2.963.300,09
FÓRMULA 1: É HORA DE ACABAR COM OS LANÇAMENTOS DE CARROS?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar