Mercedes opta por terceira troca de motor e faz Hamilton perder 55 posições no grid de largada do GP da Bélgica

O número até impressiona, mas na prática Lewis Hamilton vai largar do fim do grid ou então no pit-lane em Spa-Francorchamps neste domingo. A medida foi tomada pela Mercedes para garantir o máximo possível de componentes do motor para o britânico e também evitar novas punições ao longo da temporada

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

55 posições! É o que Lewis Hamilton vai perder no grid de largada do GP da Bélgica depois de a Mercedes optar por uma terceira troca de componentes do seu motor neste fim de semana. O número salta aos olhos, mas, na prática, o tricampeão vai largar em último em Spa-Francorchamps neste domingo (28), ou então vai começar a corrida partindo do pit-lane.
 
A medida foi tomada pela Mercedes como forma de garantir o máximo possível de componentes do motor para Hamilton e evitar assim novas trocas e, consequentemente, novas punições até o fim da temporada.
 
As primeiras trocas foram realizadas ainda na sexta-feira. No começo, a equipe optou por instalar um sexto MGU-H — sistema de reaproveitamento de energia — e também um sexto turbocompressor. Por si só, tais mudanças resultaram em uma punição de perda de 15 posições no grid para Hamilton.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Lewis Hamilton perdeu 55 posições no grid do GP da Bélgica (Foto: Beto Issa)
Mas aí então a Mercedes fez outra troca, ainda no sábado, optando por instalar o quinto motor de combustão interna (ICE), o quinto MGU-K — motor gerador de energia cinética —, além do sétimo MGU-H e do sétimo turbo. Então a punição dobrou para 30 posições no grid.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

E nesta manhã de sábado, a Mercedes anunciou no Twitter outra troca. Hamilton passou a usar o sexto ICE, bem como o sexto MGU-K, excedendo o limite de cinco por temporada, além do oitavo MGU-H e também o oitavo turbo. No total, a soma de posições perdidas no grid em razão das mudanças é de 55.

 
Assim, Hamilton tem duas opções: ou larga na última posição do grid do GP da Bélgica ou então inicia a corrida do pit-lane. Ciente que não terá como fazer muita coisa no treino classificatório que começará logo mais, às 9h (horário de Brasília) de sábado, Lewis deve completar poucas voltas para poupar equipamento visando a corrida. Nico Rosberg parte como favorito à pole e à vitória, de modo que o britânico tentará minimizar os prejuízos e somar o máximo possível de pontos em Spa-Francorchamps.
PADDOCK GP #43 DEBATE INDY E MOTOGP E FAZ PRÉVIA DA F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube