Mercedes precisa definir hierarquia após choque de Hamilton e Russell no Catar

Se ainda almeja voltar ao topo da Fórmula 1, Mercedes precisa colocar limites em seus pilotos e deixar bem clara a hierarquia dentro das garagens da equipe

As falas de Lewis Hamilton e George Russell no rádio após o incidente no GP do Catar deixaram claro que o clima nas garagens da Mercedes está começando a ficar bélico.

No entanto, ambos têm muito a perder nessa tentativa de se impor para se tornar o piloto número 1 da equipe. Afinal, a Mercedes já tem muitos problemas para resolver em relação ao desempenho do W14 e uma crise entre os titulares só piora a situação.

Relacionadas


▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

O início do GP do Catar foi caótico, com Lewis Hamilton acertando George Russell e abandonando a prova (Foto: AFP)

Por isso, a Mercedes deve agir rapidamente e deixar bem claro a necessidade de se seguir uma hierarquia. Caso contrário, o time tende a sofrer ainda mais na Fórmula 1. Confira a análise de Bernardo Castro.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.