Mercedes vê conclusão positiva do Pacto da Concórdia e cita “maior transição que F1 já viu”

Após muito mistério, Toto Wolff aceitou o novo Pacto da Concórdia e o assinou para vigorar até 2025. Para o dirigente da Mercedes, as mudanças que o acordo promete para o regulamento vão ser as maiores da história da Fórmula 1

Na última semana, a Fórmula 1 conseguiu assinatura de todas as equipes para o novo Pacto da Concórdia. O acordo, que vale de 2021 a 2025, visa tornar a categoria financeiramente mais parelha. Para Toto Wolff, CEO e chefe de equipe da Mercedes, esta é a maior mudança da história do esporte.

Inicialmente, a Mercedes mostrou insatisfação com o acordo e o Liberty Media. O time alemão ameaçou não assinar o Pacto da Concórdia porque acreditava que Ferrari e Red Bull receberiam mais contrapartidas na divisão e, por isso, entendia que era injusto. Antes do GP da Espanha, porém, a equipe decidiu aceitar as exigências.

Para Wolff, o novo Pacto da Concórdia vai causar mudanças nunca vistas na história da Fórmula 1.

“Nós sempre dissemos que queríamos continuar na F1, então a assinatura do acordo não foi necessariamente uma surpresa. Mas estamos felizes que as negociações chegaram a uma conclusão positiva”, afirmou o dirigente ao site americano Motorsport.

Todas equipes da Fórmula 1 assinaram o novo acordo até 2025 (Foto: Mercedes)

“Estamos comprometidos com o esporte e ansiosos para os próximos anos, que veremos a maior transição da história da Fórmula 1. Isso vai recompensar equipes ágeis e de mente aberta que conseguem adaptar as demandas do novo regulamento”, seguiu o austríaco.

A novela do novo Pacto da Concórdia durou cerca de um ano. O atual documento, assinado em 2013 e que tem duração até 31 de dezembro de 2020, é responsável por determinar a distribuição de receita e dos acordos comerciais entre as equipes do grid, além de regular também quanto cada time recebe de premiação ou tem de pagar de inscrição a cada início de temporada.

O Pacto também determina quesitos amplos, como regras sobre os direitos de transmissão da categoria, aspectos mais específicos e que evoluem com os anos, como taxas pagas pelos promotores para realizar uma etapa do Mundial e veiculação de imagens de um fim de semana de corrida.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube