Schumacher discorda de chefe e vê como “desnecessário” reserva experiente na Haas

Guenther Steiner cogita a contratação de um reserva mais experiente na Haas, mas Mick Schumacher crê estar "extraindo o melhor possível"

Chefe de equipe da Haas, único time da Fórmula 1 que ainda não conseguiu pontuar em 2021, Guenther Steiner já havia falado sobre a possibilidade de contratar um piloto reserva com mais experiência para 2022, como forma de ajudar a escuderia a desenvolver melhor o carro pelos próximos anos. No entanto, Mick Schumacher e Nikita Mazepin, titulares da equipe e confirmados para o ano que vem, diferem na opinião sobre o assunto.

“Honestamente, acho que nós estamos extraindo o melhor possível do carro”, disse Schumacher, em entrevista veiculada pela revista britânica Autosport, quando perguntado se um piloto experiente na reserva poderia ajudar no desenvolvimento do bólido.

Mick Schumacher entende que um reserva experiente não é crucial para a evolução da Haas (Foto: Haas)

“Não acho que tenha necessidade disso. Especialmente porque pilotos reservas não pilotam com muita frequência. Não sabemos como seria, mas acho que estamos fazendo o melhor possível e acho que algumas classificações mostram que estamos conseguindo extrair o máximo do carro”, encerrou.

Seu companheiro de equipe, Nikita Mazepin, escolheu outro caminho. O russo afirmou que poderia ser uma vantagem para a equipe, mas que a decisão não pertence aos pilotos, mas sim à chefia. No entanto, o novato se mostrou aberto à possibilidade.

“Essa questão nunca me foi perguntada [dentro da equipe]”, disse. “Não acho que os pilotos devam escolher, não acho certo. Mas se me perguntarem, diria que qualquer ajuda na posição em que estamos agora seria boa. Então, estaria aberto a qualquer solução. Mas Guenther é o chefe, ele que toma essas decisões. Não eu, sou muito novo para isso”, opinou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Nikita Mazepin está aberto à possibilidade de ter um piloto reserva com mais experiência na Haas em 2022 (Foto: Haas)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Dentro das pistas, Schumacher e Mazepin também costumam discordar. Em algumas ocasiões nesta temporada, como nos GPs da Holanda e da Itália, os dois pilotos se estranharam com toques na pista e algumas explosões pelo rádio. O russo, aliás, costuma gerar reações no paddock por suas ações, no mínimo, controversas na pista, e já levou um puxão de orelha da própria equipe por prensar o companheiro durante a corrida de Zandvoort.

A Haas é a última colocada na tabela do Mundial de Construtores, sem conseguir somar pontos. O melhor resultado alcançado pela equipe foi um 12º lugar conquistado por Schumacher no GP da Hungria, quando vários carros abandonaram após acidente protagonizado por Valtteri Bottas, da Mercedes.

A disputa da Fórmula 1 retorna no próximo fim de semana, com o GP da Turquia, entre os dias 8 e 10 de outubro.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar