Na zona de pontuação, Russell roda e bate durante bandeira amarela em Ímola

Por breve momento, parecia que George Russell marcaria um ponto em Ímola. E, aí, errou e bateu no muro para abandonar em desespero

Um dos momentos mais esperados da Fórmula 1 atual é a hora em que George Russell vai, enfim, conseguir pontuar. E pareceu, por breve momento, que o GP da Emília-Romanha seria o palco para tanto. Mas não foi. Durante a bandeira amarela que seguiu o abandono de Max Verstappen, Russell perdeu o controle do carro de maneira inexplicável e foi direto em direção ao muro. Batida e abandono.

Verstappen sofreu estouro de pneus minutos antes e, com o carro da Red Bull parado na brita, a corrida foi colocada em suspenso. Enquanto os carros se ordenavam, Russell, em trecho tranquilo da pista, perdeu a frente e saiu direto para um pedaço do traçado que praticamente não tinha espaço até o muro.

George Russell ficou chateado após abandonar em Ímola (Foto: Reprodução/TV)

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

Após a batida, o piloto inglês disse no rádio da equipe que nem tinha o que falar. Uma aparente admissão do erro que cometeu. Após deixar o carro correndo, encontrou um local atrás das proteções para sentar, sozinho, enquanto os carros partiam para safety-car e a reta final da prova.

Com isso e Nicholas Latifi voltando ao 11º lugar, o canadense aumenta a vantagem no campeonato para o companheiro: 3 a 1 em P11. Nenhum dos dois marcou pontos na F1.

A vitória ficou com Hamilton, o que garantiu o sétimo título mundial de Construtores seguido para a Mercedes.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube