Latifi bate após toque com Schumacher e causa amarela no fim em Abu Dhabi

Com cinco voltas para o fim, o piloto da Williams bateu na curva 14 depois de quebrar a asa em um toque com Mick Schumacher

Nicholas Latifi bateu forte e causou o primeiro período de safety-car da corrida em Abu Dhabi (Vídeo: DAZN)

Nicholas Latifi causou uma intervenção do safety-car com cinco voltas para o fim do GP de Abu Dhabi de Fórmula 1. O piloto da Williams bateu na curva 14 depois de um toque com Mick Schumacher e deixou Mercedes e Red Bull em alerta para as voltas finais.

Restando cinco voltas, Latifi teve um toque com Mick Schumacher. O piloto da Williams até conseguiu seguir na pista, mas, com a asa quebrada, acabou batendo no muro da curva 14, motivando a intervenção do safety-car.

Nicholas Latifi bateu firme no guard-rail nas últimas voltas do campeonato de 2021 (Foto: Reprodução/ F1 TV)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Imediatamente, Max Verstappen foi aos boxes para uma nova troca de pneu, enquanto Hamilton permaneceu na pista, mesmo com pneus bastante desgastados. Na volta 56 de 58, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) anunciou que os pilotos que tinham tomado volta não seriam permitidos de ultrapassar.

Depois, a FIA mudou de ideia, liberou a ultrapassagem dos retardatários, mesmo sob protestos da Mercedes. Hamilton, com pneus muitos desgastados, ainda tentou se defender, mas não conseguiu segurar Verstappen, que venceu a corrida e o título da Fórmula 1 2021.

Sergio Pérez segurou Lewis Hamilton de maneira sólida em Yas Marina (Vídeo: TNS Sports)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar