Presidente da FIA exalta temporada perfeita de Hamilton, mas se queixa de carros “confiáveis demais” na F1

Presidente da FIA, Jean Todt destacou a atuação perfeita de Lewis Hamilton na temporada 2017 da F1, mas se queixou da confiabilidade dos carros de Mercedes e Ferrari

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Jean Todt se queixou da confiabilidade dos carros da F1. Na visão do dirigente, os carros de Mercedes e Ferrari, por exemplo, são “confiáveis demais”.
 
Todt exaltou a temporada perfeita de Lewis Hamilton no caminho ao título de 2017, mas lembrou que o britânico foi ajudado pela forma quase irretocável do carro da Mercedes.
Presidente da FIA está achando os carros da F1 confiáveis demais (Foto: FIA)

“Ele não cometeu nenhum erro, mas também teve um carro incrivelmente forte ― forte em termos de performance e confiabilidade”, disse Todt em entrevista à ‘Auto Bild’. “Mesmo que a Mercedes não fosse sempre a mais rápida, Lewis pontuou em 20 dos 20 GPs”, lembrou.

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Os carros são confiáveis demais”, disparou.
 
Na visão do dirigente, a Mercedes não foi a única a ser excessivamente confiável. Todt avaliou que a Ferrari também investiu pesado para ter uma temporada sem problemas.
 
“A Ferrari também me impressionou”, comentou. “Fico com o que disse: Ferrari e Mercedes foram confiáveis demais. Isso custa dinheiro. Testes, simuladores, é tudo demais. Não precisamos de tudo isso para um bom esporte. Na verdade, é o contrário”, sugeriu.
 
Por fim, Todt falou sobre o debate em relação à mudança nos motores da F1 e avaliou que a peça atual pode servir de base para o futuro.
 
“Os motores atuais são muito caros, muito complicados e muito silenciosos”, opinou. “Mas podemos construir a partir deles. Nós estamos conversando com as fábricas sobre a evolução dos atuais motores. O processo ainda não está terminado”, concluiu.
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube