Red Bull atribui título de Verstappen aos “deuses do automobilismo”: “Resume o ano”

Chefe da equipe austríaca, Christian Horner viu justiça em decisão tomada pela direção de prova na última volta do GP de Abu Dhabi, e disse que final emocionante resumiu a temporada

F1 EM ABU DHABI: VERSTAPPEN PASSA HAMILTON NO FIM E É CAMPEÃO! | Briefing

O desfecho da temporada 2021 da Fórmula 1 ficou para a última volta da última corrida do ano, com a vitória de Max Verstappen após ver Lewis Hamilton liderar durante todos os giros anteriores. E como não poderia deixar de ser, o chefe de equipe da Red Bull, Christian Horner, era o rosto da felicidade no Circuito de Yas Marina após um encerramento emocionante. E o britânico celebrou demais o título, conquistado após um safety-car ativado pela batida de Nicholas Latifi em uma das barreiras de proteção do terceiro setor. O dirigente lembrou do equilíbrio da disputa em 2021 para argumentar que o final não poderia ser diferente.

“Isso basicamente resume o ano”, disse um extasiado Horner em entrevista ao portal britânico Sky Sports. “Eu avisei de que iríamos ver alguma coisa dos deuses da corrida nas últimas dez voltas, e obrigado a Nicholas Latifi por aquele safety-car. Preciso dizer que sentimos um tratamento duro dos comissários na parte inicial da corrida”, afirmou o chefe da Red Bull, lembrando de um toque ainda na primeira volta da disputa entre Hamilton e Verstappen, que fez o britânico ir por fora da pista sem punição da direção de prova.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

CHRISTIAN HORNER; MAX VERSTAPPEN; RED BULL; F1; FÓRMULA 1; GP DE ABU DHABI;
Christian Horner e Max Verstappen no Olimpo do esporte a motor (Foto: Bryn Lennon/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Sobre a decisão da direção de prova de deixar os retardatários ultrapassarem normalmente após a saída do safety-car, Horner acredita que tenha sido a decisão correta. Com isso, Verstappen pôde relargar imediatamente atrás de Hamilton, e não teve problemas para tomar a primeira colocação na última volta, com pneus macios novos contra os duros usados do britânico.

“Eles fizeram bem em deixar a corrida ser reiniciada, foi uma competição insana e o título de Max [Verstappen] não é sobre essa corrida. É sobre o ano inteiro”, celebrou. “Lewis [Hamilton] tem sido um oponente fenomenal durante todo o ano, é um grande campeão mundial e faz isso valer ainda mais”, elogiou o chefe da Red Bull, antes de sustentar que o lema de “deixar os pilotos correrem” acabou sendo seguido pela direção de prova no final das contas.

“Estávamos todos gritando ‘os deixem correr’, e era disso que falávamos”, citou Horner. “A decisão do campeonato passou para a última volta, e colocamos os pneus macios. E aí, Max tinha que fazer acontecer. E é claro que ele fez”, continuou.

Max Verstappen tomou a liderança de Lewis Hamilton na última volta para garantir título de 2021 da F1 (Foto: Kamran Jebreili/Getty Images)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A decisão gerou, é claro, muitas reclamações por parte da Mercedes. No entanto, Horner repetiu que achou a decisão mais sensata de acordo com o momento, e revelou o nervosismo que passou durante a emocionante última volta do GP de Abu Dhabi.

“Seria inédito impedir que os retardatários ultrapassassem os carros à sua frente, e você vê que eles queriam recomeçar a corrida”, disse. “Eles tomaram a decisão correta e estávamos todos colocando pressão, mas decidiram corretamente. E estou tão orgulhoso de Max! Eu fiquei gritando durante toda a volta a partir da curva 5. Terminar tão perto e ser campeão do mundo é incrível. Vencemos a primeira aqui. Eles nos pressionaram demais e nós trabalhamos muito duro”, encerrou o britânico.

A última volta do GP de Abu Dhabi (Vídeo: TSN)

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar