F1

REVISTA WARM UP relembra duelo entre Hunt e Lauda e traz entrevista exclusiva com diretor de ‘Rush’

As décadas de 1960 e 1970, chamadas de Era Romântica da F1, tiveram seu auge em 1976, com o duelo protagonizado por dois personagens completamente distintos: James Hunt e Niki Lauda. Essa história será contada nos cinemas no filme ‘Rush’, dirigido por Ron Howard, que falou com exclusividade à WARM UP

Warm Up / Redação GP, de São Paulo

Está no ar desde as primeiras horas desta segunda-feira (19) a 41ª edição da REVISTA WARM UP, publicação-irmã do GRANDE PRÊMIO. Na capa estão James Hunt e Niki Lauda, personagens que, em breve, estrelarão na tela dos cinemas, interpretados por Chris Hemwsworth e Daniel Bruhl, respectivamente, no filme ‘Rush’.

Cerca de um mês antes da estreia do longa, a WUp conversou com exclusividade com o diretor Ron Howard. O norte-americano destacou como dois personagens tão distintos resultaram em uma das histórias mais emocionantes da história do Mundial de F1. A matéria, assinada por Renan do Couto, relembra a saga travada por Hunt e Lauda na disputa pelo título de 1976, decidida apenas na última corrida, o GP do Japão.
Capa edição 41 Revista Warm Up (Arte: Bruno Mantovani)
A batalha pela vaga que Mark Webber deixará aberta ao término da atual temporada da F1 não ficou de lado. Felipe Giacomelli coloca ‘Lado a lado’ os três principais candidatos ao cockpit do australiano: Daniel Ricciardo, Kimi Räikkönen e Fernando Alonso. E em uma edição que tem na capa o passado da F1, Hugo Becker lista os ‘10+’ de um dos mais famosos campeões mundiais: Nigel Mansell, que completou 60 anos neste mês de agosto.

A WUp deixa a Europa e vem ao Brasil para falar do Rali dos Sertões. A suprema Evelyn Guimarães viajou ao Rali dos Sertões e trouxe de lá a ‘Grande Entrevista’ deste mês, com ninguém menos que Stéphane Peterhansel, lenda do rali cross-country. Evelyn também conta sobre os planos da prova explorar novas regiões, como o Espírito Santo, Minas Gerais e o Rio de Janeiro. É “o novo mapa do Sertões”.

E Victor Martins conversou com Galid Osman, piloto da Stock Car e do Brasileiro de Marcas, sobre pôquer. Sim, sobre pôquer. Galid ficou na terceira colocação na etapa paulista do BSOP (Brazilian Series of Poker) e disse que sentiu “mais emoção jogando do que correndo na Stock Car”.

Além de tudo isso, não deixe de conferir as colunas assinadas por Américo Teixeira Jr., Fernando Rees e Felipe Corazza, e as frases da ‘Coletiva’. A WUp já está nas bancas, ou melhor, no ar, e é de graça!