Sainz resmunga e diz que ‘Mercedes rosa’ deixa McLaren com “vida mais difícil”

O piloto da McLaren avaliou que a situação das equipes intermediárias fica muito mais complicada caso se torne normal que os times menores copiem os grandes

A abertura dos testes coletivos de pré-temporada da Fórmula 1 já contou com o aparecimento do primeiro grande ponto de discussão em 2020: as cópias de equipes médias com relação aos projetos de rivais de grande porte. Sobretudo a 'Mercedes rosa', Racing Point, que se apresentou com semelhança notável e desempenho surpreendente. Para Carlos Sainz, trata-se de um fator complicador para a McLaren.
 
Durante a temporada 2019 da F1, a McLaren comandou o pelotão intermediário e foi campeã simbólica da chamada 'F1 B', mas um possível crescimento agressivo da Racing Point coloca um tempero na disputa pelo posto de quarta força da F1.
 
"Deixa a nossa vida mais difícil se as equipes pequenas podem se beneficiar do trabalho das grandes", afirmou o espanhol em entrevista que contou com a presença do GRANDE PRÊMIO.
Carlos Sainz (Foto: McLaren)
“Eles chegam aqui com os carros muito parecidos com os que eram da Red Bull e da Mercedes em 2019, vai ser complicado pra gente competir sem essa referência. Nós não dependemos dos outros, dependemos de nós e só focamos no nosso. O que podemos fazer no momento é dar mais e mais voltas, não podemos pensar no que os outros estão fazendo", declarou.
 
Já o chefe de Sainz e da McLaren, Andreas Seidl, não quis fazer qualquer tipo de reclamação. 
 
"Não há razão para reclamar. Todo mundo tem o direito de copiar outro carro e há regras em posto que permitem que algumas partes sejam usadas desta forma", comentou.
 
Na Red Bull, o consultor Helmut Marko deixou claro que há algum incômodo, mas afirmou que a equipe que defende não vai se manifestar. "Estou certo de que McLaren e Renault terão opiniões, mas nós vamos ficar fora disso", falou.
 
Com relação à declaração de Marko, a AlphaTauri também é apontada como uma possível cópia da Red Bull nos mesmos moldes de Racing Point e Mercedes.

O GRANDE PRÊMIO cobre AO VIVO, em TEMPO REAL e 'in loco' os testes de pré-temporada da F1 em Barcelona com o repórter Vitor Fazio. Siga tudo aqui.

Paddockast #48
MELHORES PILOTOS BRASILEIROS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube