Segundo na Malásia, Hamilton admite cautela e diz que decidiu “não quis arriscar nada” na disputa com Verstappen

Lewis Hamilton admitiu que poderia ter endurecido a briga com Max Verstappen no GP da Malásia, mas decidiu “não arriscar nada”. O inglês, no entanto, elogiou o rival e disse que jovem piloto da Red Bull fez um “excelente trabalho” na vitória em Sepang

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }


google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Depois da pole espetacular do sábado, Lewis Hamilton não conseguiu seguir com o mesmo desempenho na corrida deste domingo (1) na Malásia. Deixando evidente que a Mercedes realmente não tinha o melhor carro do grid em Sepang, o inglês perdeu a ponta da corrida logo no início, quando Max Verstappen chegou forte e não deu chances ao rival. Hamilton também não tentou nenhuma abordagem mais agressiva e apenas se concentrou em levar o carro #44 até o pódio.
 
Ao lado do vencedor da corrida, o inglês reconheceu que não quis correr nenhum risco, dada também a condição do rival Sebastian Vettel na prova – o alemão largou da última posição depois de uma troca de motor forçada, mas se recuperou e foi capaz de cruzar a linha de chegada na quarta colocação. 
 
"Antes de mais nada, quero dizer parabéns e feliz aniversário ao Max. Hoje, ele fez um trabalho fantástico", falou o inglês em entrevista ao ex-piloto Mark Webber, no pódio malaio. "A corrida foi difícil. Obviamente, eles realmente tinham vantagem sobre nós. E essa é uma pista difícil, por isso gostamos tanto daqui", completou Lewis, lembrando que a F1 não volta mais à Malásia a partir de agora devido ao encerramento do contrato.
Max Verstappen e Lewis Hamilton (Foto: AFP)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O tricampeão ainda admitiu que a Mercedes tem trabalho pela frente. "Eu me sinto muito bem, mas acho que nós ainda temos algum trabalho pela frente com esse carro. Só que vamos seguir pressionando."

"Eu poderia ter fechado a porta”, disse Lewis sobre a disputa inicial com Verstappen. “Mas não quis correr nenhum risco”, completou.

 
Com a segunda colocação e o quarto lugar de Vettel, Hamilton agora tem 34 pontos de vantagem para o tetracampeão, restando somente cinco etapas para o fim do campeonato.

#GALERIA(7202)

TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube