Speed trap: confira velocidades máximas de cada piloto na classificação do GP de Portugal

Carlos Sainz, com a McLaren, aferiu 330 km/h no fim da reta dos boxes e foi o mais veloz deste sábado na Fórmula 1. A tabela do speed trap mostra os dois pilotos que formam a segunda fila do grid na rabeira das maiores velocidades finais

+Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

+Do McLaren MP4-22 ao Mercedes W11: os carros vencedores de Hamilton na F1

A tabela das maiores velocidades finais do treino classificatório do GP de Portugal, 12ª etapa da temporada 2020 do Mundial de Fórmula 1, mostra dois fatos curiosos, um em cada ponta. Na parte de cima, três pilotos empurrados por motor de fornecedoras distintas no top-3. No fim, Max Verstappen e Charles Leclerc, que fizeram uma ótima jornada na tarde deste sábado (24) em Portimão e vão largar em terceiro e quarto, respectivamente, ficaram nas últimas posições no trecho de velocidade aferido pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo).

Na ponta, aparece a McLaren de Carlos Sainz, sétimo colocado no grid em Portugal. O espanhol registrou 330 km/h na sua melhor passagem com o carro #55 da McLaren, que é empurrado pelo motor Renault. Em seguida, a lista traz a presença de Antonio Giovinazzi, piloto da Alfa Romeo que conta com a unidade motriz da Ferrari. O italiano marcou 329,6 km/h no trecho de aferimento das velocidades finais, que fica localizado na reta dos boxes, distante a 210 m da curva 1 do circuito luso.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

Carlos Sainz aferiu a maior velocidade final desta tarde em Portimão (Foto: McLaren)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

George Russell, com sua Williams impulsionada pelo motor Mercedes, fechou em terceiro a tabela do speed trap deste sábado em Portugal com 327,2 km/h de maior velocidade final. O registro do britânico foi ligeiramente maior na comparação com Sergio Pérez, Lewis Hamilton e Lando Norris, de Racing Point, Mercedes e McLaren, respectivamente. Todos com 327 km/h de velocidade final.

Daniel Ricciardo, da Renault, aferiu 326,4 km/h na sua melhor passagem, um pouco mais veloz que os 326,2 km/h de Esteban Ocon. Lance Stroll, companheiro de equipe de Pérez na Racing Point e que conta também com motor Mercedes no seu carro, foi o nono na lista do speed trap com 326 km/h, seguido por Valtteri Bottas, com 325 km/h.

Em contrapartida, os quatro pilotos que contam com motor Honda, Daniil Kvyat, Pierre Gasly, Alexander Albon e Max Verstappen ficaram restritos à metade final da tabela. Verstappen, aliás, foi o último na listagem ao aferir 317,3 km/h na sua melhor passagem, enquanto Charles Leclerc, com o carro da Ferrari, registrou velocidade um pouco maior: 317,5 km/h.

Contudo, num acerto que privilegia a performance do carro nos trechos de curva do circuito de Portimão, Leclerc e Verstappen foram muito bem na sessão e vão dividir a segunda fila do grid português, com Max largando em terceiro, lado a lado com o carro #16 do monegasco.

A largada do GP de Portugal está marcada para 10h10 (de Brasília). Antes, a partir de 9h, o GRANDE PRÊMIO traz a edição pré-corrida do Briefing com a análise do treino classificação e as últimas informações de PortimãoTudo na GPTV, o canal do GP no YouTube.

Fórmula 1 2020, GP de Portugal, Autódromo Internacional do Algarve, classificação, Speed Trap:

1C SAINZ JR330
2A GIOVINAZZI329.6
3G RUSSELL327.2
4S PÉREZ327
5L HAMILTON327
6L NORRIS327
7D RICCIARDO326.4
8E OCON326.3
9L STROLL326
10V BOTTAS325.5
11S VETTEL325
12K RÄIKKÖNEN324.6
13K MAGNUSSEN324.5
14D KVYAT323.9
15N LATIFI323.2
16P GASLY323
17R GROSJEAN322.6
18A ALBON319.1
19C LECLERC317.5
20M VERSTAPPEN317.3

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube