Chefão garante que Fórmula 1 “seguiu processo” que resultou em rejeição à Andretti

CEO da Fórmula 1, Stefano Domenicali afirmou que o processo de avaliação da Andretti para entrar na categoria ocorreu normalmente e disse que novo Pacto de Concórdia pode abrir portas para 11ª equipe

O sonho da Andretti de entrar na Fórmula 1 como 11ª equipe do grid bateu de frente com os interesses comerciais da categoria. No início do ano, a Formula One Management, que cuida da parte financeira, rejeitou a entrada do time americano, alegando que neste momento não agregaria valor e colocando o motor GM como requisito, abrindo portas para 2028.

CEO da Fórmula 1, Stefano Domenicali admitiu que o atual Pacto de Concórdia, acordo assinado entre todas as equipes, é um dos empecilhos no momento, já que o valor de diluição de US$ 200 milhões (aproximadamente R$ 995 milhões) para entrada de uma nova equipe previsto está abaixo da avaliação atual, e ressaltou que o processo de avaliação da Andretti aconteceu de forma correta.

Relacionadas


“Com certeza é um ponto relacionado ao Pacto de Concórdia. É uma questão de trabalho em conjunto que tem que ser feito pela FIA e a FOM no que diz respeito aos diferentes tipos de avaliação que precisamos fazer”, disse Domenicali durante conversa com analistas de Wall Street.

“Então acho que em relação ao que aconteceu, acho que o processo foi seguido e apresentamos o resultado da maneira correta. Para o futuro, é uma questão de discussão, claro, com as equipes, sobre a proposta comercial e técnica que será discutida de acordo dentro do próximo ano”, explicou o dirigente italiano.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

O carro que a Andretti construiu para trabalhar no túnel de vento (Foto: Divulgação/Andretti Autosport)

A Andretti teve aprovação no processo da Federação Internacional de Automobilismo [FIA] e chegou a divulgar imagem de um carro pronto em testes de túnel de vento alugado da Toyota, na Alemanha. A expectativa de Domenicali é que a renovação do Pacto de Concórdia aconteça em breve, sem grandes mudanças, podendo abrir portas para os americanos.

“Esperamos abordar a renovação do Pacto de Concórdia com as equipes muito, muito em breve. Nossa visão, que é basicamente compartilhada com as equipes, é que o Pacto de Concórdia não precisará de nenhuma mudança substancial desta vez”, contou o italiano.

“Então vamos começar muito, muito em breve. Nós priorizamos finalizar antes do final da temporada falando sobre regulamentos, e outras coisas em relação a outros aspectos que precisam ser resolvidos antes. Portanto, agora estamos chegando perto do momento em que iniciaremos esta discussão. Muito, muito em breve, como eu disse”, concluiu Domenicali.

Fórmula 1 abre a temporada 2024 neste fim de semana, entre os dias 29 de fevereiro e 2 de março, com o GP do Bahrein. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e EM TEMPO REAL e transmite classificação e corrida em segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte, na GPTV, o canal do GP no Youtube. Além disso, debate tudo que aconteceu na pista com o Briefing após cada dia de atividade.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.