Temperaturas aumentam ainda mais neste domingo e prometem desafio extra a pilotos e pneus no GP da Inglaterra

Faz muito calor nesta manhã de domingo em Silverstone, palco do GP Inglaterra, décima etapa da temporada 2018 da F1. A meteorologia aponta que a temperatura ambiente no horário da largada, 14h10 locais (10h10 de Brasília) vai chegar aos 27ºC, com sensação térmica de 30ºC e a expectativa de passar dos 50ºC no asfalto

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A previsão do tempo se confirmou, e o domingo (8) de F1 em Silverstone amanheceu já com muito calor e com a perspectiva de temperaturas mais altas logo mais, às 14h10 locais (10h10 de Brasília), horário da largada do GP da Inglaterra. O cenário é perfeito com céu azul e poucas nuvens no céu britânico.

 
Pouco antes do meio-dia, a temperatura ambiente está na casa dos 25ºC, com sensação térmica de 28ºC. Mas a expectativa é que faça ainda mais calor no horário da corrida, com os termômetros variando entre 27 e 28ºC de temperatura ambiente e 30ºC de sensação térmica, aponta o site especializado ‘Accuweather’.
 
Sendo assim, a perspectiva é que a temperatura do asfalto seja ainda mais alta em relação ao sábado, quando chegou a 52ºC. Um desafio e tanto para os pilotos, em razão do grande desgaste físico, e também para os pneus, bastante exigidos. A Pirelli adotou uma escolha bastante conservadora por conta do alto desgaste no circuito britânico e levou para Silverstone os pneus duros, médios e macios.

Fãs da F1 chegam à entrada de Silverstone para assistir à corrida neste domingo (Foto: Silverstone/Twitter)

Assim como na sexta-feira e no sábado, não há a menor possibilidade de chuva para as próximas horas, contrariando todo o histórico climático britânico mesmo neste início de verão no Hemisfério Norte. E a velocidade dos ventos é um pouco mais alta neste domingo, chegando aos 13 km/h na direção Norte.
 
Logo mais, Lewis Hamilton vai largar na pole depois de travar uma grande batalha com Sebastian Vettel, que ficou a apenas 0s044 do tempo do britânico no treino classificatório e vai partir do segundo lugar. Kimi Räikkönen e Valtteri Bottas largam logo atrás, na segunda fila, enquanto os carros da Williams, de Sergey Sirotkin e Lance Stroll, vão partir do pit-lane após a equipe britânica providenciar mudanças aerodinâmicas para evitar as rodadas dos pilotos, como aconteceu no último sábado.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP da Inglaterra de F1. Siga tudo aqui.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube