Triste por se despedir, Pérez busca “melhor corrida na minha história” pela Racing Point

Sergio Pérez disse que “não havia muito o que fazer” neste sábado, já que, fosse qual fosse o resultado, o mexicano já sabia que largaria no fim do grid por conta da troca de motor. ‘Checo’ aposta em um grande desfecho de campeonato para se despedir em alta da Racing Point

A Fórmula 1 é um esporte que confronta emoções completamente distintas em um curto espaço de tempo. No último domingo, Sergio Pérez comemorava a maior conquista da carreira ao vencer, no GP de Sakhir, pela primeira vez na principal categoria do esporte a motor. Menos de uma semana depois, o mexicano se mostrou resignado com o sábado (12) em Yas Marina e por não ter o que fazer em termos de classificação, já que o mexicano já sabia de antemão que vai largar na última prova da temporada no fim do grid — resultado de uma punição por troca de motor.

Mas a tristeza maior nem é sobre largar do fim do pelotão, o que Pérez mostrou, na corrida em que venceu, no Bahrein, que não é um problema quando se busca a vitória. Mas o piloto encara o GP de Abu Dhabi deste domingo como um marco na carreira, já que a prova vai representar a sua despedida da Racing Point. ‘Checo’ defende a organização de Silverstone desde 2014, quando a equipe se chamava Force India. Para 2021, sob o nome Aston Martin, a escuderia já contratou Sebastian Vettel para o seu lugar.

Sergio Pérez se despede da Racing Point neste domingo (Foto: Racing Point)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“É uma pena porque tínhamos um bom ritmo no carro”, declarou o piloto pouco depois da classificação deste sábado em Yas Marina.

“Não havia muito o que fazer no dia de hoje. É um pouco triste porque hoje foi nossa última classificação e amanhã vai ser nossa última corrida com toda a equipe, sete anos aqui, e começa a cair a ficha. Espero dar a eles uma boa corrida amanhã e sair pela porta da frente”, declarou.

“Amanhã vou dar tudo o que tenho para dar a eles a melhor corrida em minha história com eles. Temos muitas coisas em jogo amanhã. Da nossa parte, temos de fazer uma boa corrida e entrar nos pontos”, acrescentou Pérez.

Se em termos de Mundial de Pilotos ‘Checo’ está muito perto de assegurar o quarto lugar, ficando só atrás de Lewis Hamilton, Valtteri Bottas e Max Verstappen, a situação da Racing Point no Mundial de Construtores é mais complicada. Isso porque a equipe está em terceiro, com 194 pontos, mas tem apenas 10 tentos de vantagem para a McLaren.

SERGIO PÉREZ; RACING POINT; ABU DHABI;
Sergio Pérez em ato de despedida da Racing Point no paddock de Abu Dhabi (Foto: Racing Point)

A equipe de Woking está numa forte posição no grid de largada. Lando Norris vai partir em quarto, enquanto Carlos Sainz sairá em sexto. Lance Stroll, companheiro de equipe de Pérez, vai partir da oitava colocação, enquanto ‘Checo’ vai largar lado a lado com Kevin Magnussen na última fila do grid em Abu Dhabi.

“A posição no campeonato está muito apertada, então temos de fazer uma corrida muito forte”, alertou o piloto, confiante para domingo, mas ao mesmo tempo cauteloso.

“Nós apostamos em todo o conjunto para a corrida, nosso foco está no domingo. Acho que vamos ser fortes amanhã. Temos de ver o que podemos fazer, mas será uma corrida longa amanhã”, concluiu.

O GP de Abu Dhabi de Fórmula 1 tem largada prevista para 10h10 (de Brasília). Antes, às 9h, o GRANDE PRÊMIO apresenta a edição pré-corrida do BRIEFING, que debate AO VIVO, na GPTV, o canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube, tudo sobre o treino classificatório e traz as últimas informações direto de Yas Marina para a derradeira prova da temporada 2020 do Mundial.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube