Bottas evita detalhes, mas diz que carro “não era o mesmo de Hamilton” no Catar

Valtteri Bottas só esteve à frente de Lewis Hamilton nos treinos livres no Catar, mas ficou muito atrás na classificação e, na corrida, teve ritmo decepcionante até abandonar após largar em sexto em razão de uma punição

F1: HAMILTON x VERSTAPPEN: DISPUTA INTENSA NA F1 A 2 PROVAS DO FIM | Paddock GP 269

A Mercedes novamente não pode contar com Valtteri Bottas para ajudar Lewis Hamilton em uma etapa decisiva da temporada. Punido por ter cometido uma infração no sábado de classificação do GP do Catar ao acelerar em trecho sinalizado por bandeira amarela, o finlandês perdeu três posições e largou em sexto. Na primeira volta, despencou para 11º, ficou encaixotado atrás dos carros de Lance Stroll e Yuki Tsunoda e levou uma chamada do chefe Toto Wolff. Depois, ainda sofreu com um pneu furado — em estratégia de um pit-stop, que não deu certo em razão do estouro do pneu — e logo em seguida abandonou a disputa.

Bottas, em que pese toda a decepção depois de ter mostrado habitual forte desempenho nos treinos, levantou um mistério ao deixar o Catar. O finlandês revelou que correu com carro diferente do companheiro de equipe, vencedor com sobras da corrida do último domingo em Losail.

LEIA TAMBÉM
+Opinião GP: Hamilton ou Verstappen? É impossível indicar favorito na F1

+Hamilton celebra ‘trabalho sólido’ e vitórias numa ‘temporada e tanto’
+Verstappen festeja ponto extra no Catar e prevê ‘luta acirrada até fim’

Valtteri Bottas fez mistério sobre o motivo de ter corrido com carro diferente do de Hamilton no Catar (Foto: Mercedes)

“Descobri o motivo, mas não posso dar detalhes. Meu carro não era mais o mesmo [de sexta-feira], como era na sexta-feira, nem era o mesmo de Lewis. Havia poucas diferenças nos carros”, revelou o piloto, de partida da Mercedes ao fim de dezembro, em entrevista ao jornal finlandês Ilta Sanomat.

Ainda à publicação, o dono do carro #77 falou sobre os motivos da melhora da Mercedes nesta reta final da temporada. “Aprendemos muito e conseguimos ajustar melhor nossos carros a esses lugares. Essa pista deu certo para nós, então espero que assim continue na Arábia Saudita”.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Depois de tudo o que aconteceu no GP do Catar, Wolff deu um abraço em Bottas e tratou de prestigiá-lo. No entanto, o dirigente austríaco sabe que depende muito do finlandês. No GP da Arábia Saudita, por exemplo, Hamilton tem a chance de assumir a liderança da temporada se vencer e mesmo se Max Verstappen for ao pódio, desde que, nesta combinação, Valtteri termine em seguido.

Por isso, Toto afagou, mas também cobrou seu segundo piloto. “Tenho confiança absoluta nele para as próximas corridas, e espero que tenhamos um bom carro. Então, Valtteri estará novamente na frente porque precisamos dele lá”.

O resumo com os melhores momentos do GP do Catar de F1 (Vídeo: F1)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar