Bottas prega paciência para evolução da Alfa Romeo: “Não vai ser do dia para noite”

Na temporada com menos pontos desde 2013, Valtteri Bottas falou ao GRANDE PRÊMIO sobre as mudanças internas na Alfa Romeo e a necessidade de paciência para melhorar

Dono de 10 vitórias na carreira na Fórmula 1, Valtteri Bottas se encontra em um status diferente na atualidade. Após a saída da Mercedes ao fim de 2021, o finlandês virou o principal piloto da Alfa Romeo. Depois de registrar resultados relevantes na primeira metade 2022, viu o desempenho do time cair muito nesta temporada. Atualmente, é 14º colocado do Mundial de Pilotos, com 10 pontos.

Em entrevista exclusiva ao GRANDE PRÊMIO, Valtteri fez uma análise sobre a queda de desempenho da Alfa Romeo. Após o sétimo lugar de Daniel Ricciardo no GP da Cidade do México, a equipe de Hinwil caiu de oitavo para nono lugar no Mundial de Construtores, empatando com a AlphaTauri, mas perdendo no critério de desempate. Para Bottas, não há um grande motivo para explicar a queda do time.

Relacionadas


“Tem sido desafiadora, sem dúvidas. Como time, falávamos em estar em um lugar melhor do que no fim da última temporada. Mas, olhando para esse cenário com três corridas restantes, não marcamos o suficiente para os nosso objetivos. Não há uma grande razão, é uma combinação de alguns times encontrando ganhos de performance e outros times dando grandes passos. Temos evoluído, mas não é suficiente para marcar pontos. Tem sido desafiador, mas a motivação é melhorar”, declarou.

Bottas também falou sobre as mudanças que acontecem no time e como o impacto delas não deve acontecer de um dia para a outro. Uma das grandes novidades da Alfa Romeo foi a chegada de James Key, ex-McLaren, como novo diretor-técnico. Ele já tinha passado pela esquadra nos tempos de Sauber, entre 2010 e 2012.

Valtteri Bottas foi punido no México (Foto: Alfa Romeo)

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente:Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Passamos por muitas mudanças na equipe ultimamente. Temos um novo diretor-técnico que entrou no meio do ano. Muitas mudanças estão acontecendo, mas acredito que o planejamento está no lugar certo. Vai demorar tempo, nada acontece da noite para o dia. Sempre tento dar meu melhor, mas sei das limitações. Ainda somos menores que alguns times, mas estamos trabalhando nisso, contratando novas pessoas, crescendo. Como disse, não acontece da noite para o dia”, seguiu.

“O futuro é brilhante para o time e estou confortável com isso. Precisamos ser pacientes, sabemos exatamente do que faltando. Às vezes pode ser com atualizações, às vezes é pela força humana que temos. Às vezes é sobre encontrar maiores passos em termos técnicos, são múltiplas coisas”, concluiu.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e EM TEMPO REAL e cobre o GP de São Paulo de Fórmula 1 ‘in loco’ com Evelyn Guimarães, Gabriel Carvalho, Gabriel Curty, João Pedro Nascimento, Luana Marino, Pedro Henrique Marum e Rodrigo Berton. Em SEGUNDA TELA, o GP acompanha a etapa com transmissões da classificação, da sprint e da corrida. Na sexta-feira, no sábado e no domingo, o BRIEFING repercute tudo que acontece na etapa brasileira.

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.