Vettel diz que proibir não é solução para meio ambiente, mas admite culpa por correr de F1

Depois de ajudar na limpeza do autódromo de Silverstone, Sebastian Vettel declarou que ainda há a necessidade de olhar com mais atenção para questões ambientais e falou sobre o calendário da Fórmula 1

Hamilton resiste após batida com Verstappen e vence GP da Inglaterra (Vídeo: Reuters)

Uma cena importante foi vista após o GP da Inglaterra, em Silverstone. Apesar do resultado decepcionante na corrida, Sebastian Vettel se uniu à equipe do circuito inglês para ajudar a limpar as arquibancadas. Assim como Lewis Hamilton, o tetracampeão também faz campanha pela preservação do meio ambiente, além do investimento em sustentabilidade.

Também com projetos de reduzir a emissão de poluentes, a Fórmula 1 tenha a meta de se extinguir o carbono até 2030, enquanto biocombustíveis sustentáveis ​​e um maior foco em energia elétrica devem vir com os novos motores até 2025 ou 2026, a categoria ainda depende fortemente da queima de combustíveis fósseis. Por isso, Vettel foi questionado sobre o papel do esporte a motor em um cenário de preocupação ambiental.

“Sim, existe [culpa]. Acho que você poderia dizer que sou um hipócrita porque estou fazendo algo oposto ao que estou dizendo que precisamos cuidar ”, respondeu ele. “Mas acho que não mudaremos a opinião das pessoas proibindo algo, portanto, me proibindo de guiar meu carro, acho que não terá o efeito que gostamos. Então, acho que cabe a nós encontrar soluções para que ainda possamos continuar fazendo essas coisas”, acrescentou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

SEBASTIAN VETTEL; GP DA INGLATERRA; LIXO; SILVERSTONE;
Sebastian Vettel ajuda a recolher o lixo espalhado nas arquibancadas de Silverstone (Foto: Aston Martin)

Questionado sobre o que gostaria que mudasse na Fórmula 1 para que o impacto no meio ambiente fosse menor, o alemão da Aston Martin disse que uma das coisas tem a ver com o calendário, que poderia ser ajustado facilmente para tornar a viagem entre os países o mais eficiente possível.

“Acho que o mais fácil de corrigir seria o calendário. Agora estamos viajando de um lugar do mundo para o outro lado e voltando, viajando de um lado para o outro. Eu acho que isso é algo que poderíamos facilmente mudar sem alterar nada, apenas tendo um calendário diferente”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar