F1

Vettel conquista pole na Alemanha e faz festa em casa. Bottas é 2º e Hamilton quebra no Q1

Sebastian Vettel viu Lewis Hamilton quebrar no Q1. Com isso, o principal adversário virou Valtteri Bottas, que foi domado no Q3 e larga em segundo. Kimi Räikkönen, terceiro, e Max Verstappen, quarto, formam a segunda fila no grid
Warm Up, de Hockenheim / VITOR FAZIO, de Porto Alegre
 Sebastian Vettel (Foto: Beto Issa)

O GP da Alemanha tem um alemão na pole-position. Sebastian Vettel fez o dever de casa no Q3 do treino classificatório deste sábado (21), derrotando Valtteri Bottas em mais um confronto direto entre Ferrari e Mercedes. Vettel conseguiu a confortável vantagem de 0s204 sobre Bottas, que teve como prêmio de consolação superar Kimi Räikkönen, terceiro no grid de largada em Hockenheim.

A ordem quase foi alterada na última volta. Bottas superou expectativas ao anotar uma volta em 1min11s416, virando líder provisório já com cronômetro zerado. Mas o ótimo 1min11s212 de Vettel garantiu a festa da Ferrari.
 
Atrás de Räikkönen, Verstappen garantiu o quarto lugar no grid após uma performance de pouco brilho. O top-5 ainda conta com Kevin Magnussen, que deu o troco no companheiro Romain Grosjean após ficar atrás tanto no Q1 quanto no Q2.
 
Atrás da dupla da Haas, a Renault conseguiu sétimo e oitavo no grid, respectivamente com Nico Hülkenberg e Carlos Sainz Jr. O top-10 ainda contou com Charles Leclerc, novamente em grande forma, e Sergio Pérez.
 
Lewis Hamilton, por sua vez, teve uma classificação desastrosa. Tudo deu errado já no Q1: após assegurar o quinto melhor tempo, o britânico sofreu uma falha mecânica – a Mercedes #44 parou de trocar marchas, a princípio por problemas hidráulicos. A situação colocou Hamilton em 15º no Q2, posição que evolui para um 14º lugar no grid de largada por conta das punições de Daniel Ricciardo.
Sebastian Vettel (Foto: Beto Issa)
GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Alemanha de F1 AO VIVO, em TEMPO REAL e IN LOCO com a jornalista Evelyn GuimarãesSiga tudo aqui.

Saiba como foi o treino classificatório do GP da Alemanha

Depois de um TL3 marcado pela chuva forte e pelas poucas oportunidades de pista para pilotos, o treino classificatório começou em outra toada. O asfalto de Hockenheim secou consideravelmente entre as duas sessões, aproveitando a trégua da chuva e o clima mais quente.
 
Já com slicks, as duplas de Sauber e Williams foram as primeiras na pista durante o Q1. Dessa primeira leva, Charles Leclerc foi o mais rápido. Logo a liderança começou a trocar de mãos, com Romain Grosjean e Kevin Magnussen em primeiro e segundo, reforçando a boa fase da Haas.
 
Enquanto isso, Stoffel Vandoorne vivia um drama. Na saída do hairpin, o belga relatou problemas no câmbio, que não trocava marchas. O piloto se arrastou até os boxes para tentar resolver o problema em tempo hábil.
 
Com dez minutos para o fim do Q1, as equipes de ponta vieram brincar. Kimi Räikkönen abriu os trabalhos, assumindo a liderança com 1min12s794. Sebastian Vettel, com 1min12s765, superou o companheiro de imediato. Lewis Hamilton e Valtteri Bottas subiram para terceiro e quarto na sequência, respectivamente 0s2 e 0s5 atrás de Vettel.
 
Vettel e Räikkönen, que não estavam para brincadeira, partiram para uma segunda volta cada e encontraram ainda mais tempo. Mantendo a ordem, os ferraristas abriram vantagem sobre a dupla da Mercedes e Max Verstappen, quinto. Daniel Ricciardo, o café com leite da classificação, aparecia em oitavo.
Lewis Hamilton teve problemas e ficou a pé no Q1 (Foto: Reprodução)

Nos últimos minutos, o foco voltou a ser o fim do grid. Carlos Sainz, Brendon Hartley, Lance Stroll, Sergey Sirotkin e Stoffel Vandoorne estavam na zona de eliminação do Q1 com três minutos para o fim. A ordem logo deu uma chacoalhada, com Sirotkin escapando e empurrando Pérez.
 
Na última tentativa, Sainz e Pérez melhoraram e colocaram Gasly e Ocon na degola. A dupla estava eliminada, assim como Hartley, Stroll e Vandoorne. Mas esse já não era mais o foco: Hamilton estava se arrastando na pista, sem conseguir trocar marchas. Lewis avançou ao Q2, mas não teria carro para brigar por pole.

Passado o lamento de Hamilton, o Q2 começou. A Mercedes sobrevivente de Bottas surgiu como líder inicial, com Magnussen e Grosjean atrás. Ainda na primeira tentativa, Ericsson perdeu controle e passeou com gosto em uma das caixas de brita do trecho do Estádio. Deu para voltar, mas com o carro imundo.
 
Na sequência, a dupla da Ferrari completou voltas, ficando em segundo e terceiro com Räikkönen e Vettel. A dupla foi atrapalhada por Ericsson, que sujou a pista e forçou uma bandeira vermelha para limpar o asfalto.
Valtteri Bottas assustou Sebastian Vettel no Q3 (Foto: Beto Issa)
Passados longos cinco minutos, a bandeira verde voltou a ser agitada. Verstappen, apenas nono, foi à pista para evitar um fim de Q2 dramático – e conseguiu, subindo para segundo, 0s036 atrás de Bottas.
 
Nos últimos instantes, Sainz melhorou e colocou Alonso na zona de eliminação. E aí o espanhol falhou: Fernando melhorou, mas não a ponto de ir além do 11º lugar. O mesmo valeu para Sirotkin e Ericsson, que asseguraram 12º e 13º. Ricciardo não tentou volta por causa da perda de posições, acompanhando Hamilton na rabeira do Q2.

O Q3 começou na sequência, com Räikkönen abrindo os trabalhos. O finlandês fez uma volta boa, mas novamente não tão boa quanto a de Vettel, 0s341 mais rápido. Em boa volta, Bottas encontrou o segundo lugar, 0s170 pior. Verstappen ficou em último dentre os pilotos de ponto, 0s793 atrás. Dentre as equipes mediana, destaque para Grosjean, momentaneamente em quinto.

No segundo ciclo de voltas, Bottas deu um susto e chegou a assumir a liderança momentaneamente. Mas aí foi só Vettel melhorar também e garantir a posição de honra. Räikkönen e Verstappen garantiram as posições anteriores, terceiro e quarto.
 
Magnussen superou Grosjean na última tentativa, ficando com o quinto lugar. Hülkenberg, Sainz, Leclerc e Pérez fecharam o top-10.

F1 2018, GP da Alemanha, Hockenheim, grid de largada:

1 S VETTEL Ferrari   1:11.212   11
2 V BOTTAS Mercedes   1:11.416 +0.204 12
3 K RÄIKKÖNEN Ferrari   1:11.547 +0.335 10
4 M VERSTAPPEN Red Bull Tag Heuer   1:11.822 +0.610 9
5 K MAGNUSSEN Haas Ferrari   1:12.200 +0.988 12
6 R GROSJEAN Haas Ferrari   1:12.544 +1.332 12
7 N HÜLKENBERG Renault   1:12.560 +1.348 11
8 C SAINZ JR Renault   1:12.692 +1.480 17
9 C LECLERC Sauber Ferrari   1:12.717 +1.505 13
10 S PÉREZ Force India Mercedes   1:12.774 +1.562 16
11 F ALONSO McLaren Renault   1:13.657 +2.445 16
12 S SIROTKIN Williams Mercedes   1:13.702 +2.490 13
13 M ERICSSON Sauber Ferrari   1:13.736 +2.524 17
14 L HAMILTON Mercedes       8
15 E OCON Force India Mercedes   1:13.720 +2.508 10
16 P GASLY Toro Rosso Honda   1:13.749 +2.537 9
17 B HARTLEY Toro Rosso Honda   1:14.045 +2.833 8
18 L STROLL Williams Mercedes   1:14.206 +2.994 10
19 S VANDOORNE McLaren Renault   1:14.401 +3.189 10
20 D RICCIARDO Red Bull Tag Heuer P +20     6
    Tempo 107%   1:17.580 +6.368  
             
REC S VETTEL Ferrari   1:11.212 21/07/2018  
MV K RÄIKKÖNEN Ferrari   1:13.780 25/07/2014