Williams se anima com desempenho no Japão, mas fala que meta é colocar dois carros na zona de pontos

Mark Gillan, o engenheiro-chefe de operações da Williams, se disse satisfeito com desempenho da equipe em Suzuka, mas reiterou que a meta é colocar os dois carros na zona de pontuação nas cinco corridas que restam na temporada

Pastor Maldonado conseguiu no último domingo (7), no GP do Japão, o oitavo lugar, o que representou os primeiros pontos do venezuelano depois da vitória na Espanha, ainda em maio. Embora o resultado tenha sido visto com entusiasmo pela Williams, Mark Gillan, o engenheiro-chefe de operações da equipe inglesa, afirmou que a meta do time permanece uma só: conseguir colocar os dois carros na zona de pontuação nos cinco GPs restantes da temporada. Bruno Senna teve uma corrida tumultuada em Suzuka e fechou a prova apenas em 14°.

A última vez que os dois pilotos da equipe de Grove conseguiram terminar nos pontos foi na etapa da China, disputada em abril. "Foi muito importante garantir os quatro pontos, mas como uma equipe, o nosso objetivo é fazer com que tenhamos ambos os carros na zona de pontuação em todas as corridas, por isso ainda temos um longo caminho pela frente", disse o engenheiro. 

Maldonado foi o oitavo na corrida em Suzuka (Foto: Red Bull/Getty Images)

"Bruno teve um bom começo de corrida, mas infelizmente se envolveu em um incidente no início, o que o levou ao pit-lane para trocar a asa e que lhe custou também um drive-through pelo contato com Nico Rosberg. Apesar destas duas paradas, ele se manteve focado e imprimiu um ritmo muito forte de corrida, o que nos enche de confiança para a Coreia", completou, se referindo à próxima etapa do campeonato. "Mas a nossa prioridade é somar pontos com ambos os carros, sempre", acrescentou. 

No campeonato de construtores, a Williams aparece em oitavo em briga com a Force India para subir na tabela de pontos. A diferença entre as duas é de 23 pontos. 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube