Tsunoda, Schumacher e Mazepin: o que tirar das estreias dos novatos?

Como avaliar as temporadas de Yuki Tsunoda, Mick Schumacher e Nikita Mazepin no ano de estreia no Mundial de F1? É o assunto em pauta

Yuki Tsunoda, Mick Schumacher e Nikita Mazepin. Os novatos da Fórmula 1 na temporada 2021 não tiveram anos dos mais impressionantes da história, mas é justo que se avalie com calma o que foram capazes de fazer. O que tirar do primeiro anos dos três no Mundial de Fórmula 1?

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Schumacher e Mazepin estiveram na pior equipe – com sobras – do grid. Numa Haas mais que satisfeita em tratar 2021 como ano descartável, porém, um deles se saiu bem melhor que o outro de maneira muito óbvia. Já no caso de Yuki Tsunoda, por uma AlphaTauri bem mais forte, a comparação ficou forte demais com Pierre Gasly. É justo? No fim das contas, os novatos seguem postos nos mesmos lugares.

O assunto aparece aqui em apresentação de Victor Martins e com os comentários de Pedro Henrique Marum e Pedro Luis Cuenca.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar