FE

Com representantes no eP de Roma, São Paulo se aproxima de acordo para entrar no calendário da FE

A cidade de São Paulo continua negociando a entrada no calendário da Fórmula E. Representantes da capital paulista estiveram presentes no eP de Roma para dar mais um passo na negociação. A informação é do site inglês 'E-Racing365'

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
São Paulo continua no páreo para voltar ao mapa da Fórmula E e, enfim, sediar uma corrida da categoria dos bólidos elétricos. Conforme revelado pela Newsletter do GRANDE PRÊMIO em fevereiro, um acordo entre a cidade e a competição segue sendo costurado.
 
Representantes da cidade de São Paulo estiveram presentes no eP de Roma do último fim de semana, segundo o site inglês 'E-Racing365'. Não é a primeira vez que isso acontece: em Santiago, no Chile, também houve a presença de representantes brasileiros.
 
Nos planos da categoria, São Paulo contaria com uma corrida próxima ao eP de Santiago - realizada em 26 de janeiro nesta atual temporada. O cenário ideal é com a capital paulista recebendo a categoria entre o fim de janeiro e a primeira quinzena de fevereiro. A pista em questão é aquele desenhada por Lucas Di Grassi no Parque do Ibirapuera.
O traçado desenhado por Di Grassi visto pelo Google Maps (Foto: Reprodução)
"Eu tenho trabalhado muito duro e, se eles fizerem em São Paulo, vai ser no meu desenho de pista. Eu dei o layout a eles e disse que o circuito é possível, seguro e não incomoda muita gente. Depois, fui falar com o prefeito e alguns investidores em potencial para a corrida e, sim, as coisas estão parecendo boas", disse.
 
"Ainda não está fechado e há alguns problemas comerciais que precisam ser resolvidos, as datas ainda precisam ser resolvidas, mas é promissor e espero que ande na direção correta", explicou.
 
Fundador da Fórmula E ao lado de Alejandro Agag, Alberto Longo também deixou claro que uma expansão na América do Sul - Brasil sobretudo - é algo de interesse da organização. 
Lucas Di Grassi está entre os mais interessados na corrida (Foto: Audi)
"Temos muito interesse não apenas dos nossos parceiros, patrocinadores mas também das equipes para fazer outra corrida na América do Sul, especialmente no Brasil. Estamos avaliando opções para correr lá logo", falou.
 
Com três pilotos no grid atual e dois campeões em quatro anos da categoria, a presença do Brasil na FE existe desde o princípio. São Paulo chegou a ser confirmada no calendário da temporada 2017/18, mas o cancelamento da prova aconteceu nos meses anteriores à data reservada por conta da intenção de privatizar o complexo do Anhembi, então reservado como circuito.