FE

Embaixador oficial, Webber admite interesse em entrar na Fórmula E com cargo na novata Porsche

Mark Webber está interessado em entrar na Fórmula E. Aposentado das pistas desde 2016, o hoje embaixador oficial da Porsche está bastante aberto à possibilidade de assumir um cargo na marca que abraçou desde deixar a Fórmula 1, em 2013

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
Mark Webber está interessado na Fórmula E. O ex-piloto, que marcou sua carreira na Fórmula 1 e defendendo a Porsche durante os anos em que a marca esteve no Mundial de Endurance, foi ao eP de Roma de maneira oficial e deixou a corrida intrigado e pronto para pular de cabeça na categoria em algum momento no futuro.
 
Após se aposentar no fim da temporada 2016 do WEC, Webber passou a ser embaixador internacional da Porsche e foi assim, nesta capacidade, que foi ao eP de Roma realizado duas semanas atrás. Esteve lá e comemorou, inclusive, ao ver o pupilo e compatriota Mitch Evans, piloto da Jaguar, vencer a primeira corrida dele na categoria.
 
A demonstração de interesse de Webber surge no momento em que a Porsche procura um chefe de equipe para a Fórmula E, uma vez que Andreas Seidl, que comandaria a operação, deixou a companhia de partida para a McLaren e a F1.
Mark Webber (Foto: FE)
"Tem sido interessante assistir os treinos se desenrolarem. Há vários pontos interessantes com os quais a gente sente que daria para ajudar. Conheço todos os caras [do time] muito bem e sou um embaixador da marca para a Porsche, além de um sujeito das corridas. Conheço muita gente envolvida no campeonato, como Pedro [de la Rosa], Felipe [Massa], Allan [McNish], Susie [Wolff]. Claro, estou sempre no telefone para a Porsche quando há uma oportunidade", afirmou ao site inglês 'E-Racing365'. 
 
Fritz Enzinger, executivo do Grupo Volkswagen, está na chefia da Porsche atualmente, mas a priori o cargo é apenas temporário para ele. 
 
Webber exaltou o conhecimento que tem sobre as semelhanças e diferenças na comparação do projeto da FE com o já finado do WEC, a começar pelo pessoal envolvido. 
 
"Temos muita gente ótima na equipe. É uma grande mudança de mentalidade, porque com os protótipos, o 919 em particular, as regras eram bem abertas e estávamos desenvolvendo p chassi inteiro. Era pioneiro em muitas frentes", falou.
Mark Webber deixou de ser piloto em 2016 (Foto: WEC/Twitter)
"É uma enorme mudança na Fórmula E com muitas partes em comum [entre as equipes], muito controle de custos padronizado, mas nenhuma categoria do automobilismo internacional está fechada para considerar esse tipo de modelo", apontou.
 
"Na Porsche nós temos, com os caras do 919, pessoas geniais e que são realmente das corridas. É disso que você precisa, de gente que fique com você nas trincheiras", encerrou.