Fórmula E define rodada dupla em Berlim com corridas em traçado original e inverso

De volta ao Aeroporto de Tempelhof, Fórmula E bebe na fonte do ano passado e terá desenhos diferentes para corridas de sábado e domingo

O duelo entre Max Verstappen e Lewis Hamilton no GP da Inglaterra por uma nova perspectiva (Vídeo: F1)

A Fórmula E estará na nova pista de Londres neste próximo fim de semana, mas começa a pensar na etapa seguinte, a da volta dos carros ao Aeroporto de Tempelhof, em Berlim. Após a maratona do ano passado, categoria definiu que as duas corridas da rodada dupla de Berlim serão realizadas em desenhos diferentes da pista.

No ano passado, com o estouro da pandemia do novo coronavírus, a Fórmula E suspendeu a temporada por alguns meses e retornou para realizar seis corridas no Tempelhof e encerrar o campeonato. Na ocasião, foram três rodadas duplas – seis corridas por tanto. Duas no traçado original, duas no traçado invertido e outras duas num modificado.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Respeito a Bottas atrasa anúncio, mas Russell será piloto da Mercedes em 2022

Já neste ano, com uma única rodada dupla tradicional, a organização definiu que fará uma corrida na pista inversa da outra. O que não está definido ainda é qual será o traçado – se o mais usual dos últimos anos ou o modificado de 2020. As informações são do site inglês The Race.

“Acho brilhante, porque, tirando Mônaco, tivemos somente rodadas duplas e deu para ver que ficou tudo muito apertado, especialmente na segunda corrida. Trazer um novo elemento com uma pista totalmente diferente é típico da abordagem inovadora da FE”, afirmou ao veículo o piloto Maximilian Günther, da BMW.

Fórmula E encerra temporada novamente em Berlim (Foto: Fórmula E)
Paddockast #113 – As rivalidades que foram até as últimas consequências na F1

“A preparação será ainda mais desafiadora, porque temos que nos preparar para desenhos de pista diferentes, mas ao menos temos experiência do ano passado. Sabemos que as corridas podem ser boas nas duas pistas. Para mim, enquanto piloto, estou bastante ansioso”, finalizo.

Lucas Di Grassi também se mostrou positivo com a decisão, especialmente após o que foi feito em 2020.

“Pensei que não daria para fazer pelo problema para mover as barreiras, mas aparentemente eles encontraram uma boa solução. Acho ótimo, oferece uma nova pista para a gente entender. Mesmo que seja só uma inversão, as alterações necessárias transformam num desafio completamente novo. Os fãs vão gostar, essas coisas nunca ficam fáceis na FE”, falou.

O diretor de corridas Scot Elkins também falou ao veículo. “Temos alguma sorte, porque contamos com muros de concreto e podemos criar desenhos diferentes tanto em sentido horário quanto antihorário”, finalizou.

O eP de Berlim encerra a temporada 2021 com as corridas dos dias 14 e 15 de agosto.

ÂNIMOS EXALTADOS NÃO JUSTIFICAM RACISMO COM HAMILTON. E SILÊNCIO INCOMODA | GP ÀS 10

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar