Fórmula E revela novo traçado de circuito de rua para eP de Roma, terceira etapa de 2021

Em um circuito praticamente todo novo, a Fórmula E vai acelerar no distrito comercial e residencial Esposizione Universale Roma em 10 de abril. A nova pista é longa para os padrões da Fórmula E, terá pouco mais de 3 km de extensão e 19 curvas

A Fórmula E anunciou nesta quarta-feira (3) os detalhes do novo circuito urbano de Roma, que vai receber a terceira etapa da temporada 2021 da categoria dos carros elétricos em 10 de abril. Com extensão mais longa que o habitual, o traçado revisado vai ter um total de 3.385 m e 19 curvas, sendo percorrido no distrito residencial e comercial Esposizione Universale Roma (EUR), na capital italiana.

Como cenário, a Fórmula E vai correr diante de edifícios como o do Palazzo dei Congressi, do Palazzo della Civilta Italiana e do Parque de Ninfeo. Trata-se de uma área distante do chamado centro de Roma. O distrito EUR está a 9,9 km de distância do Coliseu, um dos principais cartões postais da capital italiana.

Frédéric Espinos, diretor-técnico da Fórmula E, falou sobre o novo traçado da categoria para a temporada. “Como sempre, criamos um verdadeiro desafio e, na minha opinião, é um dos maiores layouts que já fizemos. A primeira coisa, e a mais importante, foi criar uma pista que causasse o mínimo de perturbação para a cidade, então, repensamos a área que estamos usando”.

FÓRMULA E; ROMA; EP DE ROMA; TRAÇADO; CIRCUITO;
A Fórmula E apresentou o novo layout do circuito urbano de Roma (Arte: Fórmula E)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Conseguimos manter o caráter de Roma neste novo layout, com as suas ondulações, muitas mudanças de elevação, mudanças de superfície e a emoção na pista que sempre vimos ao visitar a cidade. Roma é única para um circuito de rua em nosso calendário, pois é um dos poucos circuitos com curvas rápidas e extensas, com raios variados por causa das ruas que temos de trabalhar. É um circuito em que os pilotos vão conseguir fazer uma diferença real no resultado”, disse.

“Existem trechos rápidos com longas retas e também há trechos mais apertados e de velocidades mais lentas. Por isso, vai ser uma grande missão para os pilotos e as equipes em termos de acerto de carro e de estratégia, com exigências distintas ao redor do circuito para consumo de energia. Acreditamos que vai haver muitas oportunidades de ultrapassagem. Os pilotos sempre nos surpreendem e jogam o carro em lugares que não esperávamos inicialmente quando estabelecemos o design da pista”, exemplificou.

“É sempre um desafio criar uma nova pista na Fórmula E. Não é uma folha de papel em branco aqui, já que compartilhamos algumas curvas com o layout antigo, mas que vai ser de muito aprendizado para as equipes, que vão exigir dos pilotos e engenheiros que se adaptem rapidamente. Como qualquer mudança em um circuito, eles serão forçados a pensar totalmente sua estratégia de consumo e gestão de energia”, concluiu o diretor-técnico.

Lucas Di Grassi elogiou o novo traçado romano. “Com um projeto de circuito quase completamente renovado em Roma, tanto a FIA [Federação Internacional de Automobilismo] quanto a Fórmula E fizeram, mais uma vez, um trabalho incrível para tornar a categoria ainda mais empolgante”.

“O novo layout é fantástico: tem retas mais longas e mais rápidas e oferece mais oportunidades de ultrapassagem. Tenho certeza que os fãs vão adorar. Mal posso esperar para correr lá”, afirmou o piloto da Audi.

Antes do eP de Roma, a Fórmula E vai acelerar na Arábia Saudita em rodada dupla, nos dias 26 e 27 de fevereiro, em Diriyah, que vai receber a etapa de abertura da sétima temporada da categoria dos carros elétricos.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube