Castroneves encontra problema para falta de desempenho em Indy. E não era culpa do motor usado da Chevrolet

Helio Castroneves viveu uma classificação frustrante neste fim de semana para as 500 Milhas de Indianápolis. O brasileiro não tinha a mesma velocidade dos companheiros de Penske e suspeitava que o motor usado era o culpado pela ausência de rendimento, só que a unidade foi trocada e, mesmo assim, os problemas continuaram. Helio sai em nono no domingo que vem na centésima edição da corrida que já venceu três vezes

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Helio Castroneves sofreu com a falta de velocidade de seu carro durante os dois dias de classificação para as 500 Milhas de Indianápolis. E a suspeita para a perda de desempenho recaía sobre o motor usado da Chevrolet, mas, depois de treinar com uma unidade nova nesta segunda-feira (23), a dúvida se dissipou. O problema não era o propulsor, mas, sim, o acerto de modo geral. Na sessão da tarde, Castroneves não passou do 24º lugar. 

 
O piloto da Penske ainda explicou que a equipe da Carolina do Norte teve de apostar em soluções diferentes para conseguir alguma competitividade durante os treinos decisivos, mas que isso também significou que o time chegou ao limite quanto ao equilíbrio do carro. “A gente trocou o motor hoje e aí vimos que não era o motor o problema”, disse Castroneves ao GRANDE PRÊMIO nas garagens de Indianápolis, reconhecendo que a rival Honda segue em melhor performance que a Chevrolet. 
Helio Castroneves nesta segunda no IMS (Foto: IndyCar)
“A gente não teve a performance que espera, e isso foi uma frustração. A Honda ainda continua mais forte. Não sabemos se é um acerto aerodinâmico, mas o fato é que eles continuam melhores e que a corrida será muito forte. O negócio agora é trabalhar com a estratégia. Hoje ainda, que estava muito mais quente que durante a semana passada, as ultrapassagens não foram tão simples”, completou.
 
Mas a Penske não desistiu facilmente. Mesmo lidando com um desempenho abaixo do esperado, a esquadra também foi tentar saber o que as rivais estavam fazendo. “Todas as equipes têm uma espécie de espiões pela pista, olhando, tirando fotos, e nós olhamos tudo também, vimos a Ganassi, o pessoal da Carpenter e acho que nem eles sabem explicar o que está acontecendo. Mas isso tudo não vai mudar nada para gente, por isso continuamos trabalhando. Eu e o meu engenheiro vamos continuar trabalhando para ter uma bom acerto, um carro equilibrado.”
 

determinarTipoPlayer(“15871987”, “2”, “0”);

Assim sendo, a última chance está no ‘Carb Day’. “A nossa última chance vai ser na sexta-feira, mas estão falando em chuva, então esse treino que fizemos hoje foi extremamente importante de qualquer jeito”, encerrou.

GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' a edição #100 da Indy 500.

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube