Em Detroit, Ericsson quebra jejum de quase oito anos sem vitórias na carreira

Vencedor em Detroit, Marcus Ericsson não subia ao lugar mais alto do pódio desde os tempos de GP2. Piloto da Ganassi também se tornou o terceiro sueco a vencer na Indy

Líder, Will Power enfrenta problemas de motor no GP de Detroit da Indy (Vídeo: Reprodução/TV)

Marcus Ericsson quebrou um jejum que durava quase 8 anos com a vitória no GP de Detroit 1 da Indy, disputado neste sábado (12). Foi a primeira vitória do piloto sueco desde a corrida 1 da GP2 em Nürburgring, em 6 de julho de 2013.

Ericsson ficou quatro temporadas na GP2 e registrou três vitórias. A primeira delas foi em 2010, em Valência, e a segunda em 2012, na Bélgica. O piloto fez a transição para a Fórmula 1 em 2014, correndo pela modesta Caterham.

Em 2015, Marcus se transferiu para a Sauber, onde permaneceu por quatro temporadas. O melhor registro do sueco na F1 foi logo na estreia pelo time suíço, com o oitavo lugar no GP da Austrália.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
WEB STORIES: Como foi a quarta vitória de Helio Castroneves na Indy 500?

Marcus Ericsson venceu na Indy pela primeira vez (Foto: Indycar)

Com a transição feita para a Indy em 2019, voltou a alcançar o pódio quando foi segundo colocado do GP de Detroit 2, logo em sua temporada de estreia, ainda pela Schmidt Peterson. Sua primeira vitória na categoria vem em sua 37ª largada.

Ericsson também se tornou o terceiro sueco da história a vencer corrida na Indy. Além dele, Kenny Bräck e Felix Rosenqvist também representaram o país no topo do pódio.

GP às 10: Gasly tem rara honra de ser maior da história de equipe da F1
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar